Quatro homens são condenados por assassinato brutal no Sul de SC

Homens invadiram casa da vítima, a espancaram, cortaram a garganta e jogaram corpo em matagal em Balneário Arroio do Silva

Quatro homens foram condenados ao total de 44 anos de prisão por espancarem, cortarem a garganta e jogarem o corpo de uma pessoa em um matagal no Bairro Vila Isabel, em Balneário Arroio do Silva, no Sul de Santa Catarina. A condenação ocorreu em Sessão do Tribunal do Júri da comarca de Araranguá na última quarta-feira (11).

O crime ocorreu em junho de 2018 e segundo a denúncia do MP (Ministério Público), os autores acreditavam que o homem teria furtado a casa de um parente de dois dos condenados. Eles invadiram a casa da vítima a agrediram com socos, chutes, pedras, pedaços de pau e com uma faca, que foi usada para cortar a garganta da vítima.  Posteriormente o cadáver foi jogado em um matagal.

Quatro homens foram condenados por homicídio triplamente qualificado em Tribunal do Júri realizado na comarca de Araranguá – Foto: Divulgação/Justiça/NDQuatro homens foram condenados por homicídio triplamente qualificado em Tribunal do Júri realizado na comarca de Araranguá – Foto: Divulgação/Justiça/ND

Quatro condenados e um absolvido

Na sessão, o Conselho de Sentença reconheceu que o homicídio foi praticado por motivo fútil com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima. Dos cinco acusados pelo crime, quatro foram condenados e um deles absolvido.

Um dos réus foi condenado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver a 17 anos de prisão, outros dois por homicídio triplamente qualificado, um a 14 anos de prisão e o outro a 12 anos, e um réu foi condenado por ocultação de cadáver a 1 ano e quatro meses.

Eles devem cumprir a pena em regime inicial fechado, ainda à eles foi negado o direito de recorrer em liberdade. Cabe recurso
da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. O processo tramitou em segredo de justiça.

+

Justiça SC

Loading...