Sabrina Aguiar

sabrina.aguiar@ndtv.com.br Coluna sobre os assuntos de Joinville e região. A economia, segurança pública, política e todos outros fatos por quem vive e pensa sobre as cidades.


Seminário de conciliação gratuito para resolver conflitos

Essa é a 10ª edição no formato online e busca formas de solucionar conflitos em tempo recorde, desafogando o judiciário

É a primeira vez que o Seminário de Conciliação, Mediação e Arbitragem, o SECMASC será no formato online e gratuito. Neste ano, o tema será “Sustentabilidade, Ser Humano e Soluções de Conflitos em Tempos de Sociedade 5.0”.

O principal objetivo é encontrar formas de solucionar conflitos em tempo recorde, desafogando o judiciário. Ou seja, mostrar como a solução dos conflitos pela mediação, negociação e arbitragem pode acelerar situações que levariam anos num processo judicial.

Por meio de câmaras privadas, o Brasil tem atendido as diretrizes da Agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), focada nos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, humanizando as relações.

Seminário gratuito debate mediação e arbitragem – Foto: PixabaySeminário gratuito debate mediação e arbitragem – Foto: Pixabay

Em casos onde há a mediação pelas câmaras privadas, são as partes que entram em um acordo, que seja favorável para as duas. A pandemia colaborou para agilizar e tornar o online uma realidade, agora com a segurança da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais.

Ainda serão realizados mais encontros nesta terça (14), no dia 23 e 29 de setembro com diversos temas e palestrantes renomados no Brasil e especialistas internacionais reconhecidos na área dos Métodos Adequados de Solução de Conflitos.

O Seminário é promovido pela Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem e para se inscrever gratuitamente e saber mais sobre os temas de cada painel basta acessar: www.fecema.org.br/

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...