Fabio Gadotti

fabio.gadotti@ndmais.com.br Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Sindicato não pode impedir trabalho de coleta terceirizada em Florianópolis, diz justiça

Decisão foi determinada após integrantes do Sintrasem fecharem entrada da sessão de transbordo no Itacorubi

A justiça determinou a proibição do Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis) de impedir o trabalho de funcionários da Comcap e de empresas terceirizadas em espaços que pertençam ao município.

A decisão veio após sindicalistas fecharem a entrada da sessão de transbordo de lixo, no Itacorubi, impedindo que caminhões da Amazon, empresa terceirizada que presta serviços de coleta, entrassem na unidade para finalizar o serviço.

coleta Sintrasem está proibido de impedir entrada de funcionários terceirizados em prédios municipais – Foto: PMF/Divulgação/ND

“Proibição de qualquer tumulto na prestação dos serviços, especialmente bloquear o acesso ao local de trabalho ou constranger servidores, estagiários e empregados no exercício de suas atribuições”, diz a decisão.

O pedido foi feito pela Procuradoria-Geral do Município e acatado pelo Tribunal de Justiça. Em caso de descumprimento está prevista uma multa de R$ 50 mil por dia ao sindicato.

*Interino: Daniel Hugen, editor executivo do Balanço Geral Florianópolis

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...