Trio é condenado por furtar dinheiro de gruta religiosa em Grão Pará

Homens roubaram doações avaliadas em até R$ 1,2 mil de um altar; pena será de um ano e quatro meses de reclusão, em regime inicial aberto, além de multa

Três homens foram condenados  pelo furto de doações de uma gruta religiosa em Grão Pará, no Sul de Santa Catarina. O julgamento aconteceu no juízo da Vara Criminal da comarca de Braço do Norte e a decisão foi publicada na última quarta-feira (23).

Trio é condenado por furtar dinheiro de gruta religiosa em Grão Pará – Foto: Reprodução/Pixabay/NDTrio é condenado por furtar dinheiro de gruta religiosa em Grão Pará – Foto: Reprodução/Pixabay/ND

Segundo os autos da investigação, o crime aconteceu em março de 2012, quando os acusados foram até o local, por volta de 1h, e arrombaram a caixa coletora de doações, que é acoplada a um altar de cimento.

Segundo a investigação, o trio usou um machado e uma picareta para roubar uma quantia estimada entre R$ 800 e R$ 1.200. Os réus foram identificados a partir de filmagens de câmeras de segurança.

Todos confessaram a participação no crime, mas questionaram o montante do dinheiro roubado. A sentença foi proferida pela juíza substituta Tiane Lohn Mariot, em atuação no Programa CGJ-APOIA.

Os três homens foram condenados por furto qualificado, mediante rompimento de cadeado e da tampa da caixa de doações e concurso de pessoas, a um ano e quatro meses de reclusão, em regime inicial aberto, além do pagamento de multa. Cabe recurso da decisão ao TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina).

+

Justiça SC