“Está liberada a função de funcionário fantasma”, Paulo Alceu sobre decisão do STJ

Segundo o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o funcionário público que receber remuneração sem exercer a sua função, não pratica crime.

Confira o comentário de Paulo Alceu sobre o tema.

+

ND Notícias