Mulher que pagou R$ 1 milhão para matar atual do ex-marido responde em liberdade, no Oeste

Crime ocorreu em julho deste ano e envolveu cartomante, no Centro de Chapecó. A decisão do TJSC saiu nesta semana

O TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) concedeu habeas corpus para a mulher apontada como mandante de uma tentativa de homicídio, em Chapecó, no Oeste do Estado. O crime ocorreu em julho deste ano, no Centro do município.

Crime ocorreu na tarde do dia 3 de junho – Foto: Arquivo/ClicRDC

A defesa da suspeita, de 63 anos, disse que o pedido foi analisado na última quinta-feira (5). Os desembargadores entenderam, por unanimidade, que a mulher é ré primária e tem bons antecedentes.

Assim, os magistrados da 5ª Câmara Criminal revogaram o mandado de prisão para que ela responda em liberdade. 

O mandado de prisão havia sido expedido no dia 19 de novembro, mas a mulher não se apresentou.

Leia também:

Crime 

A mulher, de 48 anos, vítima da tentativa de homicídio foi baleada na cabeça, na rua Marechal Deodoro. No mesmo dia, 3 de julho, o autor dos disparos foi preso pela Guarda Municipal. Ele segue no Complexo Prisional de Chapecó. 

A investigação da Polícia Civil descobriu que o homem – um paraguaio de 32 anos – havia sido contratado por uma cartomante da cidade e o marido dela para matar a mulher.

Segundo a investigação, a mandante do crime foi a ex-mulher do atual companheiro da vítima. Ela teria pago mais de R$ 1 milhão, entre o valor para encomendar o crime e outras despesas exigidas pela cartomante, que segue presa. Fabiano Aristide, marido da cartomante, está foragido. 

+

Justiça