Escritora de Joinville vende doces para pagar publicação de livros

Andréa Carvalho Santos Borges mudou de profissão para realizar o sonho de escrever livros e encantar com palavras e doces

Escrever sempre foi uma inspiração para Andréa Carvalho Santos Borges, uma joinvilense que trocou de profissão: deixou as salas de aula para ser escritora. 

escritora de livros andrea borgesAndréa Carvalho Santos Borges é professora e escritora – Foto: Reprodução TV

Começou pelas histórias da família, como uma que fala da mãe dela, mas também poesias. Só que o problema era como tornar realidade. Andrea é pedagoga por profissão e depois de alguns anos decidiu que iria largar a sala de aula para publicar seus tão sonhados livros. Mas, para isso, precisava de dinheiro. 

Foi aí que decidiu comercializar outra paixão: a culinária.

“Comecei a fazer os brownies e vendê-los. Todo o dinheiro era para publicar o livro. Deu certo”, conta Andréa. 

Ainda antes da pandemia, Andrea ia nas escolas para vender e foi assim que eles nasceram: duas obras infantis mas com uma mensagem para os adultos também.

Duas obras da escritora já fizeram o maior sucesso – Foto: Reprodução TVDuas obras da escritora já fizeram o maior sucesso – Foto: Reprodução TV

“Valorização do idoso, empoderamento feminino, falam da liberdade, da autonomia. Eu vendi bastante. No dia dos avós, por exemplo, muitos filhos compraram para presenteá-los”, continua a pedagoga escritora. 

Agora, é pelas redes sociais que Andrea continua sua caminhada pela literatura. É com essa venda que ela garante os recursos para publicar mais livros infantis. Ela inda sonha adquirir uma independência financeira como escritora. Até lá, em cada doce, em cada palavra, Andrea se inspira. 

“Importante é alimentar a alma com a leitura”, finaliza Andrea. Para conhecer mais sobre o trabalho dela, basta acessar @docescompoesia.

*Com informações de Sabrina Aguiar, repórter e apresentadora da NDTV Record Joinville. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Literatura