Joinville entra no universo literário

Considerada a mais madura, 9ª edição da Feira do Livro foi aberta nesta quinta-feira e segue até o dia 22 deste mês cheia de atrações

Guto Gonçalves/Divulgação

Curador Alcione Araújo falou sobre “A arte da leitura” no Edmundo Doubrawa

A 9ª Feira do Livro começou nesta quinta-feira à noite com dezenas de visitantes querendo conhecer o curador do evento, Alcione Araújo, que falou sobre a “A arte da leitura”. Escritor, romancista, dramaturgo, cronista, roteirista de cinema e TV e ex-professor universitário, Araújo se define como um ativista do que ele chama de reconciliação entre educação e cultura, tema sobre o qual tem escrito e falado.
Além dele, o público pôde conferir os estandes dos cerca de 40 expositores, incluindo livrarias e editoras como Nobel, Cortez, Ediouro, Positivo, Escala, Girassol, Curitiba, Saber, Midas, Panini, Paulus, Pilibra, além de espaços de sebos e de entidades que apresentarão seus serviços, como a Federação Espírita Catarinense, Federação Logosófica, Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Joinville, Sesc, Senai e Fundação Cultural. A Rede Feminina de Combate ao Câncer e o Lar Abdon Batista também ocuparão estandes para a captação de recursos às suas atividades.
Madura em sua 9a edição, a Feira do Livro ocorre no complexo do Centreventos Cau Hansen – Centro Exposições Edmundo Doubrawa, Centro de Convenções Alfredo Salfer e no Teatro Juarez Machado. “É um evento que além das dezenas de expositores de importância nacional, com peças atraentes, tem programação para toda a família. Além da literatura, demos enfoque para o teatro, música e cinema”, afirma Sueli Brandão, organizadora da feira. Todas as atrações são gratuitas, até o dia 22 deste mês, das 9 às 21h.

Literatura infantil e homenagens

As pequenas Valentina Cavassola, 10 anos, e Isabella Post, 6, aproveitaram a noite de ontem para conferir os lançamentos de literatura infantil. Valentina está lendo livros da série “O Diário de uma Garota Nada Popular” e estava radiante porque a avó, a empresária Margareth Missen Drefahl, fundadora da Livraria Midas, foi homenageada com o título de “Incentivadora da leitura”, um reconhecimento que a organização do evento confere à contribuição que o empresariado vem dando ao desenvolvimento cultural de Joinville.

Guto Gonçalves/Divulgação

Valentina era toda prosa com livros e com a homenagem recebida pela avó

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Literatura