A caminhada do joinvilense Natan Schulte até o título mundial de MMA

Confira as imagens de todas as lutas de Natan Schulte no GP de pesos leves do Pro Fight League (PFL) em 2019. A grande final ocorreu na virada do ano no Madison Square Garden, em Nova York. Além do cinturão, que recebeu das mãos de Mike Tyson, o joinvilense faturou US$ 1 milhão como prêmio. É a segunda vez consecutiva que Natan Schulte fica no topo mundial do MMA e fatura US$ 1 milhão.

Natan foca em uma vida regrada e dedicada ao esporte para conquistar os títulos - Arquivo Pessoal
1 8

Natan foca em uma vida regrada e dedicada ao esporte para conquistar os títulos - Arquivo Pessoal

Primeira luta de Natan foi contra o chinês Yincang Bao - Arquivo Pessoal/divulgação/ND
2 8

Primeira luta de Natan foi contra o chinês Yincang Bao - Arquivo Pessoal/divulgação/ND

Segunda luta do GP foi contra o canadense Jesse Rondon - Arquivo pessoal/divulgação/ND
3 8

Segunda luta do GP foi contra o canadense Jesse Rondon - Arquivo pessoal/divulgação/ND

Natan enfrentou e derrotou o norte-americano Ramsey Nijem, na terceira luta - Arquivo pessoal/divulgação/ND
4 8

Natan enfrentou e derrotou o norte-americano Ramsey Nijem, na terceira luta - Arquivo pessoal/divulgação/ND

Perto do topo, Natan levou à lona o russo Akhmed Aliev. Foi a quarta luta do GP - Arquivo pessoal/divulgação/ND
5 8

Perto do topo, Natan levou à lona o russo Akhmed Aliev. Foi a quarta luta do GP - Arquivo pessoal/divulgação/ND

 Na grande final, o joinvilense Natan Schulte deixou para trás Loik Radzhabov, do Tadjiquistão - Arquivo pessoal/divulgação/ND
6 8

Na grande final, o joinvilense Natan Schulte deixou para trás Loik Radzhabov, do Tadjiquistão - Arquivo pessoal/divulgação/ND

Hora da consagração. Joinvilense é bicampeão mundial de MMA. - Arquivo Pessoal/ divulgação/ND
7 8

Hora da consagração. Joinvilense é bicampeão mundial de MMA. - Arquivo Pessoal/ divulgação/ND

Esta é a segunda vez que o atleta fica no topo mundial do MMA e fatura US$ 1 milhão - Arquivo pessoal/divulgação/ND
8 8

Esta é a segunda vez que o atleta fica no topo mundial do MMA e fatura US$ 1 milhão - Arquivo pessoal/divulgação/ND

+

Lutas