Com direito a ouro do Brasil, veja o que bombou nas Olimpíadas na madrugada desta terça

País fez história no surfe com a conquista de Italo Ferreira; teve medalha também na natação com Fernando Scheffer ganhando o bronze; confira

A madrugada desta terça-feira (27) foi histórica para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Italo Ferreira conquistou o sonhado ouro olímpico, o primeiro do país nas Olimpíadas, ao vencer, com folga, a grande final no surfe.

Italo Ferreira (ao centro) conquista o ouro no surfe – Foto: Olivier MORIN / AFP / POOLItalo Ferreira (ao centro) conquista o ouro no surfe – Foto: Olivier MORIN / AFP / POOL

O surfista brasileiro “atropelou” o japonês Kanoa Igarashi e confirmou o título com a somatória de 15,14 contra apenas 6,60 do rival. A prova começou com ares dramáticos para o campeão. Ainda nos primeiros segundos ele errou ao pousar na água e a prancha se partiu, precisando ser trocada.

Já com o novo instrumento de trabalho, Italo entrava em todas as ondas que enxergava potencial. Não à toa, conseguiu um 7,77 para juntar ao 7 e colocou o japonês, à essa altura com só 5,56, na combinação, precisando de duas boas ondas para voltar à disputa.

Bronze na natação

Na natação, o Brasil conquistou sua primeira medalha na modalidade nesta edição dos Jogos Olímpicos. E foi recheada de surpresa: Fernando Scheffer bateu seu recorde pessoal no 200m nado livre e, ao final de 1minuto44segundose66 ficou com a 3ª colocação.

Ricardo Scheffer surpreendeu Tóquio inteira para conquistar o bronze nos 200m livre – Foto: COB/divulgaçãoRicardo Scheffer surpreendeu Tóquio inteira para conquistar o bronze nos 200m livre – Foto: COB/divulgação

Ele surpreendeu e ficou com o bronze nos 200m livre. O melhor tempo dele na prova era de 1minuto45segundose10, mas conseguiu 1minuto44segundose66.

Medina se despede sem medalha

Após ser eliminado nas semifinais pelo japonês Kanoa Igarashi, o bicampeão mundial Gabriel Medina precisou “juntar os cacos” para a disputa do bronze.

Brasileiro ficou decepcionado com o resultado – Foto: Jonne Roriz/COBBrasileiro ficou decepcionado com o resultado – Foto: Jonne Roriz/COB

No duelo contra o australiano Owen Wright, eliminado por Italo Ferreira nas semis, o brasileiro voltou a sofrer nova derrota e deixou os Jogos Olímpicos de Tóquio sem o bronze.

Judô

A brasileira Ketleyn Quadros não conseguiu repetir na repescagem seu bom desempenho nas primeiras lutas, na categoria até 63 kg, e ficou sem medalha nos Jogos Olímpicos. A atleta de 33 anos foi superada pela holandesa Juul Franssen.

Ketleyn precisava vencer a rival da Holanda e mais uma adversária para ficar com a medalha de bronze e repetir a performance exibida nos Jogos de Pequim-2008. Na época, entrou para a história por se tornar a primeira brasileira a levar medalha numa prova individual.

Vôlei de praia

No vôlei de praia, sentimentos distintos. Enquanto a dupla Alison e Álvaro Filho perdeu para os americanos Lucena e Phil Dalhausser por 2 sets a 1, Evandro e Bruno Schmidt passaram com tranquilidade pelos marroquinos Mohammed Abicha e Zouheir Elgraoui, vencendo por 2 sets a 0.

Tênis de mesa

O brasileiro Gustavo Tsuboi fez um jogo duro mas acabou encerrando a participação no tênis de mesa na madrugada desta terça-feira.

O mesa-tenista protagonizou uma reação incrível depois de perder os três primeiros sets, mas não foi páreo para o jovem Lin Yun-Ju, de 19 anos. No Ginásio Metropolitano de Tóquio, o atleta de Taipei Chinês venceu o duelo por 4 sets a 2, com parciais de 11/5, 11/7, 11/2, 9/11, 9/11 e 13/11.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Mais Esportes

Loading...