Nova edição do Jasc é cercada de incertezas e impacto nas competições

São José foi anunciada como sede da 60ª edição do Jogos Abertos de Santa Catarina, mas evento corre risco de ser adiado

São José, na Grande Florianópolis, foi anunciada oficialmente pela Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte) como sede da 60ª edição do Jasc (Jogos Abertos de Santa Catarina). Mas, o evento é incerto e, se ocorrer, será bem diferente das edições anteriores. Programado para 24 a 30 de novembro, o Jasc pode ter nova data e, provavelmente, arquibancadas sem público.

Presidente da Fesporte explica as possibilidades do Jasc em 2021O presidente da Fesporte, Kelvin Soares, (D) em coletiva de imprensa sobre escolha de São José para sediar o Jasc – Foto: Reprodução/ND

Em coletiva de imprensa realizada na Fesporte, na terça-feira (2), o presidente da Fundação, Kelvin Soares, disse que o evento só ocorre com segurança aos atletas.

“O calendário está posto para depois do inverno. Queremos acreditar que, para o final do ano, haja um achatamento da curva de contaminação da Covid-19”.

A competição reúne atletas amadores dos municípios catarinenses em diversas modalidades. O evento seria realizado em Jaraguá do Sul, mas o município desistiu em função da pandemia.

“Tão logo São José soube da desistência, buscou uma reunião com a Fesporte, para manifestar seu interesse”, conta o presidente da fundação. Antes da escolha, o município passou por vistorias e visitas técnicas.

A Fesporte antecipou que a pandemia pode aumentar o número de dias e locais onde ocorrem os jogos. Soares é crítico a um evento curto, que ocorra em menos dias. Sobre alojamento aos atletas, estuda-se a possibilidade de aluguel nos hotéis da região, porém, é preciso uma análise financeira.

Menos modalidades

A informação de que São José vai sediar a 60ª Jasc veio ainda na segunda-feira, 31 de maio, mas a Fesporte realizou uma coletiva de imprensa na terça para o anúncio oficial. Timbó, no Sul do Estado, que sediou o evento em 2019, também se colocou à disposição para receber o Jasc.

Kelvin Soares e Natália Lúcia Petry, da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul, em março, quando a cidade desistiu de realizar o evento – Foto: Prefeitura de Jaraguá do Sul/Divulgação/NDKelvin Soares e Natália Lúcia Petry, da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul, em março, quando a cidade desistiu de realizar o evento – Foto: Prefeitura de Jaraguá do Sul/Divulgação/ND

A última edição do Jasc teve a participação de 4,8 mil atletas e a competição geral foi vencida por Blumenau, com Itajaí em segundo e São José em terceiro. Em 2020, o evento foi cancelado. É possível que em 2021 o Jasc tenha menos modalidades e impacto em todas as competições.

“Muitos projetos estão parados, outros acabaram, crianças em alguns municípios ainda estão impedidas de treinar. É natural que o número de atletas e municípios em 2021 seja relativamente baixo em relação a 2019, por exemplo”.

A Fesporte também não descarta que o evento seja adiado, dependendo da curva de contaminação da Covid-19 em novembro, pois as incertezas em relação à 60ª edição do Jasc estão ligadas à pandemia.

A Fesporte marcou os jogos e homologou seu calendário esportivo, para garantir que os procedimentos organizacionais – administrativos e licitatórios – fossem encaminhados.

Ainda na coletiva, o presidente da Fesporte disse que, dentro da preocupação de manter o vetor econômico do esporte no Estado, o calendário da Fesporte foi homologado junto ao Conselho Estadual de Esportes e São José foi escolhida a sede a tempo de se organizar.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Mais Esportes