Grupo ND recebe Troféu O Remador na festa de 103 anos do Clube de Regatas Aldo Luz

Homenagem criada no centenário do Aldo Luz foi entregue na manhã deste sábado, 18, na sede do clube durante festa de aniversário

A manhã de sábado, 18, foi de festa, música, carreteiro e homenagens na sede do Clube de Regatas Aldo Luz em Florianópolis. O clube, que faz 103 anos em 27 de dezembro, antecipou a comemoração, e encerrou 2021 em grande estilo. O evento reuniu novos e antigos remadores do Aldo Luz e ficou marcado, também, pela entrega do Troféu O Remador ao Grupo ND, uma homenagem pela cobertura e espaço que o ND oferece ao Aldo Luz e demais clubes de remo da Capital.

Troféu O Remador entregue pelo Aldo Luz ao Grupo NDGrupo ND recebeu homenagem do Aldo Luz pela ampla cobertura às atividades do remo na Capital – Foto: Divulgação/ND

“O remo faz parte da cidade. A federação e os clubes sabem que podem contar conosco nos eventos e no dia a dia. Tudo que acontece aqui, queremos mostrar para Santa Catarina, para o Brasil e principalmente para Florianópolis”, destacou o diretor regional do Grupo ND em Florianópolis, Roberto Bertolin.

Criado em 2018, no centenário do Aldo Luz, o Troféu o Remador foi entregue em 2018 ao jornalista Roberto Alves e em 2019 ao Grupo Portobello. Em 2020, em função da pandemia, o clube preferiu não realizar a homenagem. Presidente do Aldo Luz, Ricardo Mesquita conduziu a cerimônia de aniversário e lembrou que 2021 foi um ano difícil.

Bertolin na entrega do Troféu O Remador concedido ao Grupo ND pelo Aldo LuzBertolin recebeu o troféu concedido ao Grupo ND e se disse honrado pela homenagem – Foto: Divulgação/ND

“Estava tudo parado. Muitos remadores tinham parado e tivemos que trazer de volta. Houve uma grande reestruturação na parte técnica, então, foi um ano de mudanças. Em 2022, espero que nosso clube deslanche e bata de frente com os clubes da cidade”, ressaltou Mesquita.

Atualmente, o Aldo Luz tem 120 remadores, entre as categorias junior, sênior e master. Para quem tem 12 a 17 anos, as aulas são gratuitas. E, a partir de janeiro, o Aldo Luz terá um novo técnico, Eduardo Seara, que está de volta ao clube onde iniciou sua carreira no esporte.

“Podem ter certeza que vou honrar as cores do clube. Queria agradecer meu pai, meu irmão e minha família por terem me iniciado aqui”, disse Seara, com a voz embargada, em discurso emocionado. O novo técnico começa os trabalhos em 15 de janeiro.

Mesquita acredita que Seara tem conhecimento e um currículo que podem fazer o clube ainda maior: “É um técnico com mais de 20 anos de experiência. Foi técnico aqui do Martinelli, do Botafogo, do Rio de Janeiro, e da seleção brasileira. Técnico nós temos. Vamos dar um crédito a ele e apostar que ano que vem o Aldo Luz será vitorioso”.

Homenageados no aniversário de 103 anos do Aldo LuzA manhã de homenagens reconheceu profissionais dedicados no passado e no presente do Aldo Luz – Foto: Divulgação/ND

Na festa, outras duas figuras importantes do Aldo Luz receberam placas de homenagem: Carlos Alberto de Melo Dutra, o Liquinho, e Luis Carlos Dutra. A arquiteta Natália Ferreira, responsável pelo projeto do memorial do clube, também foi homenageada. O espaço projetado por Natália será inaugurado na semana do Aniversário de Florianópolis, em março do ano que vem.

Parceria com o Figueirense

Visando fazer um resgate de sua história, o Aldo Luz está assinando uma parceria com o Figueirense Futebol Clube. “Os fundadores do Figueirense eram atletas do Aldo Luz. Estamos falando de duas entidades com bastante história e que precisavam voltar a se encontrar”, registrou André Dutra, conselheiro do Aldo Luz e presidente da Feresc (Federação de Remo do Estado de Santa Catarina).

Um dos objetivos da parceria com o Furacão do Estreito é fazer o clube de futebol crescer em esportes olímpicos. “Também queremos trazer os filhos de sócios do Figueirense para remar aqui conosco e participar das nossas atividades. Faremos uma associação de marcas também nos uniformes”, revelou Dutra.

Presidente do Figueirense também prestigiou festa do Aldo LuzBoppré (E) quer restabelecer ligação entre Figueirense e Aldo Luz – Foto: Divulgação/ND

Assim como a história do Aldo Luz está ligada a do Figueirense, a do Clube Náutico Riachuelo está amarrada a do Avaí. Por isso, em 2022, segundo Dutra, devem ocorrer as “regatas clássico” entre Aldo Luz e Riachuelo levando a rivalidade dos clubes de futebol para o mar.

O presidente do Figueirense, Norton Boppré, presente no aniversário de 103 anos do Aldo Luz, também comentou a parceria: “É um resgate do início dessas duas grandes instituições esportivas que, lá no seu início, tiveram relação forte e que o tempo acabou distanciando. Mas nós, da atual diretoria do Figueirense, e do Aldo Luz, estamos resgatando esse momento”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Mais Esportes

Loading...