Conteúdo por Gazeta Esportiva

Kelly Muller lança projeto de valorização do esporte

Kelly Muller lançará o projeto Olympic Global Alliance através de uma live nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

Medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000 pela Seleção Brasileira de Basquete, a pivô Kelly Muller lançará, nesta terça-feira, a Olympic Global Alliance (Aliança Global Olímpica), projeto que tem como missão fazer com que todas as glórias que tantos atletas brasileiros e de outras nacionalidades já conquistaram, vêm conquistando e ainda haverão de conquistar, extravasem campos, quadras, piscinas e pistas, espalhando-se por salas e casas de famílias, crianças, idosos e pessoas com deficiência mundo afora, sejam de quaisquer classes, raças, nações ou origens.

O lançamento, que será realizado às 14h através de uma live, contará com palestras de Pedro Trengrouse, Coordenador Acadêmico do Programa FGV/FIFA/CIES em Gestão de Esporte, Lívia Prates, coordenadora do Paradesporto do Vasco da Gama e com o jornalista José Trajano, ex-apresentador da ESPN. Nomes importantes do cenário esportivo, como a jogadora de basquete Marta Sobral, o técnico Alberto Bial, André Domingos, do atletismo, o astro da NBA, Alfred Horford, seu pai Tito Horford (ex-NBA), e sua irmã Maíra Horford, também participarão do evento.

“A Olympic Global Alliance quer mudar o histórico da falta de cultura esportiva no Brasil. Queremos gerar conscientização da população para entender o esporte como ferramenta de transformação e desenvolvimento do nosso país”, afirmou Kelly Muller.

“Qualquer movimento que envolve o esporte me interessa muito, e essa jornada se iniciou para mim assim que recebi o convite. Já estou pensando e estudando de que forma eu posso colaborar juntamente com toda essa equipe que está sendo construída para nos mobilizarmos em prol de um mundo melhor. A ideia do esporte sempre foi essa, de formar, preparar e inspirar as pessoas a se tornarem cidadãos melhores, com igualdade. E, hoje, não podemos deixar de pensar que temos que incluir todas as pessoas nascidas neste planeta tenham a oportunidade de conhecer o esporte dentro de uma maneira ou de outra, dentro de uma escola, de um projeto social ou de um clube”, disse Alberto Bial.

+

Mais Esportes