Apenas 22% dos turistas pagaram a taxa em Governador Celso Ramos

De acordo com o Inco, consórcio que gere a TPA, as mais de 53 mil tarifas representam a arrecadação de R$ 1.338.635,00, no primeiro mês

A cobrança da TPA (Taxa de Proteção Ambiental) em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis, começou a ser cobrada há um mês. Nesse período, segundo o consórcio responsável pelo serviço, foram geradas 53.272 tarifas, sendo que até então apenas 22% dos visitantes já pagou a taxa. Os demais, cerca de 77%, ainda não quitaram o valor.

Cobrança automática da TPA em Governador Celso Ramos – Foto: Anderson Coelho/ND

De acordo com o Inco, consórcio que gere a TPA, as mais de 53 mil tarifas representam a arrecadação de R$ 1.338.635,00. Por enquanto, já estão na conta R$ 305.981,00 referentes aos valores efetivamente pagos por turistas e visitantes. Os proprietários de veículos têm até 30 dias para pagar a taxa, o que pode ser feito pela internet.

A empresa calcula que cerca de 160 mil pessoas circularam por Governador Celso Ramos durante os 30 primeiros dias da TPA.

Isenção

Os moradores de Governador Celso Ramos que tenham veículos com placa registrada no município não pagam e sequer precisam solicitar isenção. Quem mora na cidade ou é turista, mas tem imóvel, além dos prestadores de serviço, precisa fazer um credenciamento prévio para obter a isenção.

No caso dos prestadores de serviço, além do credenciamento inicial, é necessário apresentar uma nota fiscal ou um orçamento que comprovem trabalhos realizados no município. Já foram feitas 885 comprovações que geraram a baixa na cobrança.

Leia também:

Taxa ambiental gera desconfiança em Governador Celso Ramos

+

Meio Ambiente