Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


As duas protagonistas do caos que Floripa viveu há poucos dias

Inesquecíveis

Manifestação na Lagoa da Conceição – Foto: lagoaManifestação na Lagoa da Conceição – Foto: lagoa
Ruas no bairro Monte Serrat  – Foto: Maria Fernanda Salinet/NDRuas no bairro Monte Serrat  – Foto: Maria Fernanda Salinet/ND

As duas protagonistas do caos que Floripa viveu há poucos dias – e por muitos dias – não só conseguiram colocar contra si a maior parte da opinião pública, como também reavivaram o clamor da população por sua privatização. A Comcap não passa por um teste de comparação com as empresas da iniciativa privada que atuam em outras cidades catarinenses, com serviços modernos, bons preços, sem influência política e, o melhor de tudo, que não param nunca – ao contrário daqui, onde volta e meia estamos com toneladas de lixo pelas ruas.
A Casan também é outro caso de privatização urgente. Anacrônica, comandada politicamente, tem um bom corpo técnico que iria “voar” se a empresa fosse privatizada. Porém, dificilmente isso acontecerá.
Fica apenas a certeza de que a população e a história de Floripa nunca mais esquecerão da Casan e da Comcap depois deste janeiro de 2021.