Biden quer cortar a emissão de carbono pela metade até fim da década

Segundo o presidente norte-americano, cientistas destacam que esse é o momento para reverter o aquecimento global

Na abertura da Cúpula do Clima, nesta quinta-feira (22), o presidente norte-americano, Joe Biden, disse que os Estados Unidos querem cortar a emissão de carbono pela metade até o fim da década, o que leva o país a ter emissão zero de carbono até 2050.

De acordo com Biden, cientistas destacam que esta é a década para reverter o aquecimento global e evitar mudanças climáticas irreversíveis no mundo.

Joe Biden lidera a Cúpula do Clima nesta quinta (22) – Foto: Lisa Ferdinando/DoD/Divulgação/NDJoe Biden lidera a Cúpula do Clima nesta quinta (22) – Foto: Lisa Ferdinando/DoD/Divulgação/ND

“Temos que tomar decisões para proteção do meio ambiente, todos juntos. Nesta cúpula, cada país deve dizer o que pode fazer para proteger o meio ambiente”, declarou.

“Quando falamos em questões climáticas, eu penso em criação de milhões de empregos e oportunidade econômica. Quero construir uma infraestrutura para um futuro mais próspero e equânime”, acrescentou Biden.

A vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, afirmou na abertura da cúpula que para proteger o planeta “será necessário o amplo uso de energias renováveis” a fim de reduzir de forma expressiva o nível de emissão de carbono em termos internacionais nos próximos anos.

O Secretário de Estado americano, Antony Blinken, destacou no evento que o mundo tem uma grande oportunidade para criar desenvolvimento sustentável de forma global e gerar empregos melhores, com maior remuneração e foco na proteção do meio ambiente. “Os EUA querem trabalhar com cada país para combater mudanças climáticas”, disse.

+

Meio Ambiente