Bombeiros atendem três ocorrências de incêndio florestal no mesmo dia em Florianópolis

Somente na Grande Florianópolis foram 729 incêndios florestais nestes cinco meses, só no mês de maio foram 192 ocorrências

Na quarta-feira (27), o 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Florianópolis atendeu três ocorrências de incêndios florestais. Os registros foram no Rio Vermelho, em Canasvieiras e  no bairro Monte Verde.

Incêndio Florestal ocorrido no Rio Vermelho nesta quarta (27) – Foto: Divulgação/CBMSC/NDIncêndio Florestal ocorrido no Rio Vermelho nesta quarta (27) – Foto: Divulgação/CBMSC/ND

Na primeira ocorrência atendida por volta das 9h da quarta-feria,  o helicóptero Arcanjo 01 foi empenhado para combater um incêndio no Rio Vermelho.

Segundo os bombeiros foram realizados 15 lançamentos de água com a bambi bucket – uma ferramenta que fica acoplado na aeronave.  Assim que as chamas diminuíram, as equipes seguiram o controle do incêndio por terra.

A segunda ocorrência do dia foi entre Canasvieiras e Jurerê, em uma área próxima a residências. Neste atendimento foram efetuados cinco lançamentos de água com o bambi bucket.

Leia também:

E quando os bombeiros retornavam do atendimento na região de Canasvieiras foram acionados para atender o terceiro incêndio em vegetação, no bairro Monte Verde. Nesta ocorrência os bombeiros precisaram efetuar cinco lançamentos de água para controlar as chamas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros foram utilizadas nas três ocorrências, cerca de 12.500 litros de água para fazer o combate e controle dos incêndios.

Vídeo do incêndio no Monte Verde

Aumento no número de ocorrências

Somente na Grande Florianópolis foram 729 incêndios florestais nestes primeiros cinco meses do ano. Só no mês de maio, segundo dos bombeiros, foram 192 ocorrências. Em 2019, de janeiro até o dia 31 de maio foram 183 incêndios na região, sendo que 86 deles foram na capital.

Possíveis causas

O Tenente Coronel Losso, do 1º Batalhão do CBMSC, diz que nem sempre é possível identificar ser uma ocorrência de incêndio em vegetação é criminoso ou acidental.

“A maioria é acidental, a população tem a prática de queimar lixo. O que era às vezes para ser uma pequena fogueira, acaba atingindo uma área de vegetação e isso configura inclusive crime ambiental”, afirma.

Ademais,  o Tenente destaca que com o ar mais seco, o tempo ensolarado e a ausência de chuvas são fatores que podem ajudar na propagação do fogo.

Registros em SC

De acordo com o informações do Corpo de Bombeiros, as ocorrências se somam a uma alta de incêndios florestais que subiram cerca de 400% em Santa Catarina.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, de 1º de janeiro a 15 de maio de 2020 foram 2.786 ocorrências, já no mesmo período do ano passado o número foi de 684. Isso significa um aumento de 407,31% nas ocorrências deste tipo.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Meio Ambiente