Casan vai apresentar minuta de edital retificado na próxima reunião com moradores da Lagoa

Documento deverá ser avaliado pela comissão de moradores atingidos, que estiveram reunidos com representantes da companhia nesta quinta-feira (11)

A Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) deve apresentar uma minuta de retificação do edital de credenciamento dos moradores atingidos pela Lagoa artificial da ETE da Lagoa Conceição na próxima segunda-feira (15).

Nesta quinta-feira (11), representantes da companhia e da comissão de moradores atingidos da Servidão Manoel Luiz Duarte estiveram reunidos pela segunda vez para discutir a pauta de reivindicação de ressarcimento de danos devido ao rompimento da lagoa artificial da ETE da Lagoa da Conceição.

Casan e moradores atingidos fizeram a primeira reunião na terça-feira (9). Foto Acervo Casan/NDCasan e moradores atingidos fizeram a primeira reunião na terça-feira (9). Foto Acervo Casan/ND

O desastre ambiental atingiu 66 pessoas e 35 edificações, das quais 9 sofreram interdição provisória, e seis, interdição com demolição, após vistoria da Defesa Civil. Muitos dos moradores ainda não retornaram para as casas.

No primeiro encontro realizado na última terça-feira (09), as duas partes revisaram a pauta de reivindicação, que incluía auxilio emergencial financeiro, aluguel de residências e assistência médica e psicológica.

“Nós conseguimos dar encaminhamentos concretos, mas nada que seja possível ainda bater o martelo, pois são necessários ajustes das áreas técnicas”, analisou o procurador chefe da Casa, Bruno Bonemer, sobre o segundo encontro.

De acordo com o representante da Casan, o auxílio emergencial foi objeto de discussão e encaminhamento. “Não saberia te dizer quanto vai ser esse valor, mas os valores serão de consenso”, tangenciou. Uma nova reunião está marcada para segunda-feira, quando a Casan vai apresentar uma minuta de retificação do edital de credenciamento dos moradores.

O documento ainda será analisado pela comissão de moradores atingidos, mas uma situação que incomodava os moradores está definida: o termo de quitação será retificado e não deverá fazer menção aos danos imateriais.

“Queremos dar uma linguagem mais transparente possível para vencer a desconfiança dos moradores em relação a linguagem jurídica”, destacou Bonemer.

Integrante da comissão de moradores atingidos, Amanda Nicoleit avaliou o segundo encontro como “promissor”. “Conseguimos avançar em vários itens da pauta. Alguns pontos que não estavam amarrados, a gente conseguiu um prazo de resposta da Casan para segunda-feira, e esse talvez tenha sido o melhor encontro até então”, avaliou

 Prefeitura recupera sistema de drenagem

A Secretaria Municipal de Infraestrutura iniciou ainda na noite de quarta-feira (10) as obras de recuperação e melhoramento do sistema de drenagem da Servidão Manoel Luiz Duarte, na Lagoa da Conceição.

Uma tubulação de concreto de 400 milímetros de diâmetro instalado transversalmente na Avenida das Rendeiras, em frente à servidão e que havia ficado obstruído, foi substituído por dois tubos de PAD (material plástico) de igual diâmetro. Com isso, a vazão de água da chuva dobrou. O serviço foi feito à noite para causar menos transtornos ao trânsito de veículo, que precisou ser interrompido parcialmente.

Tubulações que foram instalados na noite de quarta-feira (10). Foto: PMF/Divulgação/NDTubulações que foram instalados na noite de quarta-feira (10). Foto: PMF/Divulgação/ND

Parte do sistema de drenagem da própria Servidão Manoel Luiz Duarte, que é ligado aos tubos, também será substituído, tão logo diminua a movimentação de limpeza das residências e de auxílio dado aos moradores pela Casan.

Enquanto isso, a prefeitura continua o trabalho de recuperação do pavimento em lajotas da Avenida das Rendeiras no trecho de 400 metros prejudicado pelo vazamento, a fim de dar trafegabilidade à via. Já as obras de revitalização da Avenida das Rendeiras, que foram interrompidas no início do ano, serão retomadas após o Carnaval.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Meio Ambiente