Com venda proibida, 66 kg de pinhão são apreendidos em SC

O flagra ocorreu em Dionísio Cerqueira; os pinhões apreendidos passarão por análise sanitária para, depois, serem doados

A PMA (Polícia Militar Ambiental) apreendeu na tarde desta segunda-feira (29), mais de 66 kg de pinhão comercializados de forma irregular, no Distrito de Idamar, em Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/NDA PMA (Polícia Militar Ambiental) apreendeu na tarde desta segunda-feira (29), mais de 66 kg de pinhão comercializados de forma irregular, no Distrito de Idamar, em Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/ND
De acordo com a PMA, nos últimos dias foram realizadas diversas atividades de prevenção e orientação sobre o período de defeso do pinhão com o objetivo de fiscalizar as possíveis práticas ilegais. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/NDDe acordo com a PMA, nos últimos dias foram realizadas diversas atividades de prevenção e orientação sobre o período de defeso do pinhão com o objetivo de fiscalizar as possíveis práticas ilegais. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/ND
No total, os policiais apreenderam 66,4 quilos de pinhão que foram colhidos e estavam sendo comercializados antes da época, ou seja, durante o período de defeso do pinhão. O produto passará por análise sanitária e se for atestada a possibilidade de consumo, será destinada para doação. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/NDNo total, os policiais apreenderam 66,4 quilos de pinhão que foram colhidos e estavam sendo comercializados antes da época, ou seja, durante o período de defeso do pinhão. O produto passará por análise sanitária e se for atestada a possibilidade de consumo, será destinada para doação. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/ND
Anualmente é proibida a colheita, coleta, transporte e comercialização do pinhão antes do dia 1º de abril, aquele que desrespeitar a norma legal está sujeito à multa, além de outras consequências como a apreensão do produto e eventualmente responsabilização penal. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/NDAnualmente é proibida a colheita, coleta, transporte e comercialização do pinhão antes do dia 1º de abril, aquele que desrespeitar a norma legal está sujeito à multa, além de outras consequências como a apreensão do produto e eventualmente responsabilização penal. – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Meio Ambiente