Cultivo de moluscos é interditado em municípios da Grande Florianópolis; confira os locais

A interdição acontece por alta concentração de toxina acima dos limites permitidos nos cultivos de moluscos bivalves

O cultivo de moluscos nas localidades de de Cacupé e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, e da Praia do Pontal e Praia do Cedro, em Palhoça, foi interditado, nesta sexta-feira (6), pela Secretaria de Estado da Agricultura devido à alta concentração de ficotoxina Ácido Okadaico.

Cultivos de moluscos foram interditados em Florianópolis e Palhoça – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação/NDCultivos de moluscos foram interditados em Florianópolis e Palhoça – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação/ND

Já nas localidades de Serraria, Ponta de Baixo e Barreiros, em São José, São Miguel e Tijuquinhas, no município de Biguaçu, Barra do Aririú, em Palhoça, Pereque, Ilha João da Cunha e Araça, em Porto Belo, Cacupé e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, está autorizada a retirada e comercialização apenas de ostras.

Mexilhões, berbigões e vieiras seguem interditados. No restante das áreas de maricultura, está liberada a retirada e comercialização de ostras e mexilhões.

Testes negativos

As ostras foram liberadas a partir de dois resultados negativos consecutivos para presença de ficotoxina Ácido Okadaico. É importante destacar que ostras e mexilhões se comportam de formas diferentes diante da concentrações de algas tóxicas, por isso, a desinterdição é parcial.

A interdição é necessária quando é detectada uma concentração de ficotoxina Ácido Okadaico acima dos limites permitidos nos cultivos de moluscos bivalves. Quando consumida por seres humanos, essa substância pode ocasionar náuseas, dores abdominais, vômitos e diarreia.

A Cidasc intensificou as coletas para monitoramento das áreas de produção de moluscos interditadas e arredores. Os resultados dessas análises definirão a liberação ou a manutenção da interdição nos próximos dias. Os locais poderão ser liberados após dois resultados consecutivos demonstrando que os moluscos estão aptos para o consumo.

+

Meio Ambiente

Loading...