Derretimento de geleira da Antártida pode ser irreversível: ‘juízo final’

Batizada de "geleira do juízo final", derretimento aumenta significativamente nível do mar; pesquisadores agora investigam dimensão do problema

Pesquisadores da NYU (Universidade de Nova York) investigam qual é o destino de uma geleira na Antártida Ocidental que, por conta da sua amplitude, ganhou nome assustador: “Geleira do Juízo Final”. Eles apuram o possível derretimento da extensa massa de gelo – que tem o mesmo tamanho do estado da Flórida ou da Grã-Bretanha.

Geleira já representa cerca de 4% do aumento global anualPenhascos localizados na na Geleira Thwaites – Foto: Reprodução/James Yungel/NASA

Segundo o jornal Axios, a Geleira Thwaites (nome original da massa de gelo) já conta com diferentes pesquisas que sinalizam um possível ponto irreversível de derretimento, com a “liberação” de camadas internas de gelo durante as próximas décadas e séculos. Elas podem elevar o nível global do mar em alguns metros. O tempo, entretanto, ainda é impreciso.

Agora pesquisadores, como o cientista David Holland, navegam até o local com o objetivo de entender melhor o que está acontecendo. As análises ocorrerão próximo à região onde a geleira “se encontra” com o oceano – no local em que as partes da massa de gelo flutuam e encontra o “gelo fixo”.

Eles planejam realizar perfurações na plataforma de gelo para observar a água abaixo. Submarinos não tripulados irão fazer “leituras” sobre as temperaturas, salinidade e correntes oceânicas. “Se as temperaturas estiverem acima de zero, isso derreterias a plataforma de gelo por baixo”,

Futuro da geleira

Os resultados permitirão os cientistas a preverem o futuro possível da geleira. Se o derretimento for significativo e a plataforma de gelo romper, ela abrirá espaço para quantidades massivas de gelo se dispersarem pelo mar.

Com isso, o nível de mar aumentaria podendo provocar consequências catastróficas em cidades costeiras distribuídas pelo mundo. “A água de degelo da geleira Thwaites já representa cerca de 4% do aumento anual global do nível do mar”, aponta o Axios.

A pesquisa da qual Holland faz parte integra a International Thwaites Glacier Collaboration, uma rede de colaboração entre pesquisadores ingleses e norte-americanos sobre o futuro da Geleira Thwaites.

+

Meio Ambiente

Loading...