Governador anuncia investimentos para abastecimento de água no Oeste de SC

Carlos Moisés esteve na manhã desta segunda-feira (30) com o prefeito eleito de Chapecó, João Rodrigues, que garantiu a ida do governador a Chapecó nesta semana

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), anunciou em conversa com o prefeito eleito de Chapecó, João Rodrigues, em audiência na manhã desta segunda-feira (30), que dará início às obras de captação do Rio Chapecozinho, para resolver o problema da água em Chapecó. Ao sair da audiência, João Rodrigues informou que o governador estará em Chapecó ainda nesta semana.

“Ontem o governador teve uma reunião on-line com a bancada do Oeste e hoje pessoalmente comigo, onde eu trouxe uma pauta de reivindicações. A minha preocupação, e eu disse para o cidadão de Chapecó, que nós iríamos resolver o problema da água”, disse Rodrigues.

O prefeito eleito de Chapecó, João Rodrigues, esteve com o governador Carlos Moisés na manhã desta segunda-feira (30). – Foto: Peterson Paul/SecomO prefeito eleito de Chapecó, João Rodrigues, esteve com o governador Carlos Moisés na manhã desta segunda-feira (30). – Foto: Peterson Paul/Secom

Segundo o prefeito eleito, o governador deu a palavra de que na quinta-feira virá a Chapecó assinar a ordem de serviço para a execução da obra, na ordem de R$ 250 milhões.

O governador afirmou que está empenhado em iniciativas para minimizar os efeitos da falta de água. “Estamos alinhando ações com os municípios para minimizar os efeitos da estiagem, principalmente no Oeste e Meio-Oeste. Nossa prioridade é buscar soluções para atender, principalmente, às famílias e produtores rurais que têm sofrido os impactos da crise hídrica”, reforçou o governador.

Casan disponibilizou R$ 65 milhões

Segundo o prefeito eleito de Chapecó, para o início dos trabalhos a Casan já fez um aporte de R$ 65 milhões. O projeto já está pronto e a obra já foi licitada, o que agiliza o início dos trabalhos para a construção de uma adutora de 57 quilômetros, de Bom Jesus até Chapecó.

A previsão é de conclusão da obra em três anos. O volume de água será de 1,2mil litros por segundo. Atualmente Chapecó consome 530 litros por segundo. A adutora também vai atender Xanxerê, Xaxim e Cordilheira Alta.

Além disso serão mantidas outras obras já solicitadas pelo prefeito eleito, no valor de R$ 21 milhões, como a perfuração de polos artesianos, dragagem do reservatório do Lajeado São José e construção de reservatórios, entre outros.

“É uma conquista histórica para Chapecó. Com o apoio da bancada do Oeste e do governador queremos resolver definitivamente o problema da falta de água na cidade”, disse João Rodrigues.

Também estiveram na audiência o presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia, e o secretário da Casa Civil, Eron Giordani.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Meio Ambiente