IMA realiza nova coleta na Lagoa da Conceição após denúncia de esgoto

Coletas foram realizadas nos pontos onde houve identificação de espuma no início desta semana; resultado sai na próxima segunda-feira (25)

O IMA (Instituto do Meio Ambiente) realizou, nessa quinta-feira (21), uma nova coleta de amostras na Lagoa da Conceição, após o aparecimento de espuma no local causada por despejo de esgoto, relatada pelo nd+ na segunda-feira (18).

IMA realizou coleta de amostras nesta quinta-feira – Foto: IMA/Divulgação

Os técnicos coletaram amostras nos pontos 62 (rua Manuel Isidoro da Silveira), 38 (trapiche) e 72 (rua Canto da Amizade). Serão avaliadas a existência de coliformes fecais e testados parâmetros físico-químicos, não abrangidos no programa de balneabilidade.

De acordo com o IMA, o resultado deve sair na próxima segunda-feira (25).

Por causa das medidas restritivas de circulação para combater a pandemia da Covid-19, o Instituto suspendeu desde 18 de março o monitoramento da qualidade da água em pontos do Estado.

O órgão tratou a análise desta quinta-feira como “pontual”. Por causa das dificuldades em decorrência da pandemia, a pesquisa ainda não tem data definida para ser retomada.

No entanto, o IMA afirma que permanecerá acompanhando a situação da Lagoa da Conceição e realizará testes sempre que necessário na região.

Além disso, os técnicos realizaram sobrevoo com veículo aéreo não tripulado, a fim de identificar possíveis pontos de contaminação. Esta rotina de sobrevoos continuará nos próximos dias.

Em contato com a reportagem do nd+, o órgão afirmou que apenas após o resultado das amostras se pronunciará a respeito de possíveis sanções.

Novos testes serão feitos

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente), emitiu uma multa no valor de R$ 3,2 milhões à Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) na última quarta-feira (20).

A partir desta quinta, a companhia terá 20 dias para recorrer, conforme legislação federal.

“Exigimos também um teste de fumaça na região central da Lagoa para indicar outros possíveis pontos de esgoto, além da limpeza da Lagoa em até 15 dias e estancar o extravasamento atual da rede de esgoto”, afirmou a Floram por meio de assessoria.

No teste de fumaça, é lançada uma fumaça atóxica na rede de esgoto. A partir disso, a equipe observa onde aparecem os focos de fumaça, detectando possíveis vazamentos ou rompimentos da rede ou ligação do esgoto.

Caso seja detectado, caberá à Casan realizar a manutenção de todos os pontos necessários, conforme a Floram.

Denúncia

Em vídeo que circula nas redes sociais, um morador da região do Canto da Lagoa afirma que há um ponto de poluição na rua Laurindo Januário da Silveira, entre os números 2.600 e 2.700.

A reportagem do nd+ foi até o endereço indicado no vídeo. Apesar de não haver água “correndo” na saídas de esgoto, havia mau cheiro.

Endereço indicado por vídeo tinha mau cheiro – Foto: Anderson Coelho/ND

A reportagem questionou a Casan sobre o vídeo, que afirmou que se trata de “mais uma fake news a ser desmentida”.

“O autor simplesmente filma a água da Lagoa para narrar por sua conta e risco acusações sem sentido, que demonstram falta de conhecimento técnico e irresponsabilidade, fazendo ilações que não condizem com as normas técnicas adotadas pela empresa e sobre as quais ele terá de comprovar”, afirmou a companhia por meio de assessoria.

O IMA disse não ter conhecimento do vídeo e da possível denúncia até o fechamento desta matéria. Já a Floram encaminhou o material ao setor de fiscalização e afirmou que irá investigar a situação.

+

Meio Ambiente