Ufólogo identifica detalhes da marca deixada por supostos ETs em morador de SC

Apesar de não confirmar que houve contato com extraterrestres, ufólogo afirma que há indícios de que algo “anormal” ocorreu na casa do jovem

Um grupo de ufologistas identificou detalhes de como a marca misteriosa apareceu no ombro de um morador de Garuva, no Norte do Estado. De tom avermelhado e semelhante a dedos, a suspeita é de que ela tenha sido feita durante um contato com extraterrestres.

Marcas misteriosas apareceram no ombro do rapaz – Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal/NDMarcas misteriosas apareceram no ombro do rapaz – Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal/ND

O caso ocorreu há cerca de um ano. Aguinaldo do Nascimento, de 25 anos, afirma que a marca apareceu na manhã seguinte a uma reunião entre amigos, realizada na casa dele.

A suspeita é de que ela tenha aparecido após a ocorrência de um fenômeno que teria ligação com objeto voador não identificado (Ovni).

Além da marca, no mesmo dia também foi registrada a presença do fenômeno “cabelo de anjo”, parecido com uma teia de aranha, na casa do jovem.

Fenômeno cabelo de anjo é semelhante a teia de aranha e, segundo ufólogo, significa que houve a passagem de ovnis pelo local – Foto: Divulgação/NDFenômeno cabelo de anjo é semelhante a teia de aranha e, segundo ufólogo, significa que houve a passagem de ovnis pelo local – Foto: Divulgação/ND

No dia 14 de dezembro, a equipe do Grupo de Pesquisa Ufológica de Santa Catarina esteve na casa de Aguinaldo para colher provas. Na ocasião, eles repetiram os passos do jovem naquela noite.

Detalhes da marca

Eles identificaram que a marca teria ocorrido no período que ele voltou a dormir, após acordar na madrugada, até o horário que levantou, por volta das 7h.

“Ele estava deitado de costas e o que causou a marca deveria, obrigatoriamente, estar ao lado da cama e em pé”, explica o ufologista Luiz Prestes. Porém, devido ao tempo transcorrido, não foi possível realizar um exame clínico ou coletar material da marca para análise.

“Todo os fatos levantados até o momento indicam que algo anormal ocorreu na casa da testemunha naquela noite, mas como faltam provas físicas, não temos como comprovar que seja um contato extraterrestre, apenas incluir como uma das possibilidades”, afirma.

A equipe vem relacionando o caso com outras situações envolvendo óvnis na região. Um laudo sobre os fenômenos, inclusive, está sendo desenvolvido pela equipe de ufologistas e deve ser divulgado nos próximos dias.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Meio Ambiente