João Paulo Messer

messer@ndtv.com.br Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


No Sul de SC atenção é com o nível dos rios Tubarão e Araranguá

As consequências de chuvas fortes como as das últimas horas costumam provocar estragos mesmo quando o volume das precipitações diminuírem.

O rio Araranguá, para onde vazam as águas da encosta da Serra e de rios e riachos de municípios do extremo Sul de SC, está com níveis aceitáveis, segundo a Defesa Civil de Araranguá. Esta é uma das maiores preocupações a partir de quando as chuvas diminuírem. O outro ponto de maior atenção é o rio Tubarão, que nesta terça-feira (03) subiu cerca de três metros nas últimas 24 horas, mas tem larga margem para subir sem provocar maiores consequências à comunidade ribeirinha.

População do Sul de SC observa com atenção a elevação dos níveis de rios como o Araranguá. – Foto: Redes SociaisPopulação do Sul de SC observa com atenção a elevação dos níveis de rios como o Araranguá. – Foto: Redes Sociais

Segundo Rafael Marques, atual técnico da agência de saneamento de Tubarão, as chuvas das últimas horas não chegam a provocar estragos. Na região os problemas foram registrados de maneira pontual em cidades como Imbituba e Braço do Norte.

A última enchente registrada em Tubarão foi em maio de 2010 quando o rio Tubarão chegou a subir 6,2mts. Na manhã desta terça-feira o rio está com cerca de quatro metros acima do seu nível.

A Barragem do Rio São Bento no interior de Siderópolis, que é um “amortecedor” da água que corre pelos rios abaixo já está vertendo toda a água que desce da serra. A última vez em que a barragem teve cenário fora do controle de represamento foi em 2011, quando além de estar 1,5mt acima do nível de represamento havia ventos fortes, fato ausente neste momento.

Loading...