Novas denúncias na Lagoa da Conceição apontam água suja e mau cheiro

Em vídeo, água de coloração escura desemboca e se mistura a uma vala com água parada; Polícia Militar Ambiental acompanha o caso

A Lagoa da Conceição, mais uma vez, é alvo de denúncias de moradores em relação às condições da água e ao mau cheiro.

Os últimos acontecimentos no bairro tem preocupado os moradores locais – Foto: Reprodução/NDOs últimos acontecimentos no bairro tem preocupado os moradores locais – Foto: Reprodução/ND

Em vídeo, uma moradora mostra uma água de coloração escura desembocando em uma vala com água parada, na estrada que dá acesso ao Trapiche da Costa da Lagoa e passa por dentro do Parque Florestal do Rio Vermelho.

Confira os vídeos:

De acordo com moradores, a diferença na coloração da água já vem acontecendo há dois meses no bairro, mas o cheiro forte começou a aparecer após o rompimento da estação da Casan na região, em janeiro deste ano. 

A água com essa cor já apareceu na lagoa, depois no Canto dos Araçás e agora no Parque”, relata o presidente da Associação dos Moradores da Costa da Lagoa, Volnei Valdir de Andrade. Segundo ele, a estação da Casan é uma das únicas construções na região e pode vir a ter relação com o acontecido.

A empresa nega e afirma que não sabe de onde vem a água com coloração escura. “Não tem relação nenhuma com as unidades de tratamento da companhia, cuja operação está absolutamente dentro da normalidade”, afirmou a Casan, em nota.

A estação da Casan mais próxima fica na Barra da Lagoa, na região do Parque do Rio Vermelho.

Valas abertas

O presidente da Associação de Moradores, Volnei de Andrade, explica que mais de 20 valas foram abertas na estrada e é nelas que a água está parada.

Segundo a Prefeitura de Florianópolis, responsável pela abertura das valas, a operação aconteceu porque a área é alagável e Florianópolis passa por um período de chuvas. 

Já a Polícia Militar Ambiental diz que nunca viu esse procedimento no local em anos anteriores, assim como os moradores. O órgão está acompanhando a situação e informou que um relatório sobre o acontecido deve sair ainda esta semana. 

A Floram, em parceria com o IMA (Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina), fará uma visita técnica ao local nesta quarta-feira (3) e a verificação será acompanhada por um drone.

A Secretaria municipal do Meio Ambiente, afirmou que trabalha desde o dia 25 de janeiro em parceria com a UFSC, para entender as causas de todos os ocorridos na Lagoa da Conceição. “A situação da Lagoa da Conceição hoje é a prioridade da Diretoria de Licenciamento Ambiental”, garante a gerente de Licenciamento, da Diretoria de Licenciamento Ambiental da Floram, Caroline Pereira da Silva Nunes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Meio Ambiente