Sete construções irregulares são demolidas em Florianópolis

Casas construídas em áreas de preservação permanente foram ao chão em ação da Prefeitura com apoio da Polícia Militar

Uma operação da SMDU (Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Planejamento e Desenvolvimento Urbano) e Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente) nesta quinta-feira (7) demoliu mais sete construções irregulares em Florianópolis. As obras localizadas nos bairros Pantanal e Costeira do Pirajubaé estavam ilegalmente em área de preservação permanente.

Obras demolidas estavam em áreas de preservação permanentes – Foto: PMF/Divulgação

Nos altos do morro do bairro Pantanal, foram demolidas seis construções irregulares e barracos de madeira. As construções estavam dentro da Unidade de Conservação do Parque Natural do Maciço da Costeira.

Leia também:

No local também foram demolidos piquetes e estacas que já estavam sendo usados para demarcações de lotes que poderiam ser utilizados futuramente para dar início a novas construções clandestinas.

As estruturas já estavam sendo planejadas com as saídas de canos e tubulações de esgoto voltadas para o meio ambiente, em córregos e nascentes dentro do Parque Natural. Os responsáveis pela obra não estavam no local e não foram identificados.

As ações de demolição desta quinta-feira contaram com o apoio da Polícia Militar – Foto: PMF/Divulgação

Já na Costeira do Pirajubaé, uma casa foi demolida. Ela estava sendo levantada em um aterro sobre o mangue, em Área de Preservação Permanente.

Por não ter projeto arquitetônico adequado, a estrutura apresentava inclusive uma pequena curvatura, possivelmente efeito da força do vento. As ações nos dois bairros aconteceram com o apoio da PM.

+

Meio Ambiente