Sucuri de cinco metros é flagrada em rio após engolir capivara inteira

Cobra estava próxima da margem de um rio, em Aparecida do Taboado, no Mato Grosso do Sul, e turistas conseguiram fazer fotos e vídeos. Cena despertou a curiosidade dos moradores e acabou ganhando as redes sociais. As informações são do Portal R7

Uma sucuri de cerca de 5 metros de comprimento foi flagrada no rio Paraná em Aparecida do Taboado, no Mato Grosso do Sul, a 450 quilômetros da capital Campo Grande. - Reprodução/Facebook
1 6

Uma sucuri de cerca de 5 metros de comprimento foi flagrada no rio Paraná em Aparecida do Taboado, no Mato Grosso do Sul, a 450 quilômetros da capital Campo Grande. - Reprodução/Facebook

A cobra havia se alimentado de uma capivara e estava próxima da margem do rio enquanto fazia a digestão quando foi filmada por turistas - Reprodução/Facebook
2 6

A cobra havia se alimentado de uma capivara e estava próxima da margem do rio enquanto fazia a digestão quando foi filmada por turistas - Reprodução/Facebook

Moradores da região foram até o local para filmar e registrar a cena - Reprodução/Facebook
3 6

Moradores da região foram até o local para filmar e registrar a cena - Reprodução/Facebook

Pelas imagens dos vídeos que circulam na internet, a sucuri tenta se afastar da margem onde estão algumas pessoas e nada com certa dificuldade até uns galhos próximos - Reprodução/Facebook
4 6

Pelas imagens dos vídeos que circulam na internet, a sucuri tenta se afastar da margem onde estão algumas pessoas e nada com certa dificuldade até uns galhos próximos - Reprodução/Facebook

Manipular ou ferir um animal silvestre pode gerar uma multa administrativa de até R$ 5 mil e uma pena de 6 meses até um ano de prisão. Como a sucuri é um animal em extinção, a pena tem um acréscimo de um ano - Reprodução/Facebook
5 6

Manipular ou ferir um animal silvestre pode gerar uma multa administrativa de até R$ 5 mil e uma pena de 6 meses até um ano de prisão. Como a sucuri é um animal em extinção, a pena tem um acréscimo de um ano - Reprodução/Facebook

A orientação de polícia militar ambiental é não se aproximar e não perturbar ao cruzar com um animal silvestre - Reprodução/Facebook
6 6

A orientação de polícia militar ambiental é não se aproximar e não perturbar ao cruzar com um animal silvestre - Reprodução/Facebook

+

Meio Ambiente