VÍDEO: Luz no céu assusta moradores e gera discussões sobre origem em Florianópolis

Momento em que o clarão aparece no céu foi registrado por câmeras de monitoramento no Sul da Ilha

Um clarão rasgou o céu do Sul da Ilha, em Florianópolis, na noite desta quinta-feira (3) e deixou muitas pessoas da região intrigadas. O momento em que a luz aparece no céu foi registrado por câmeras de monitoramento. A especulação sobre o que seria a luz misteriosa é grande. Há quem pense que foi um helicóptero caindo, outros acreditam ter visto um OVNI (Objeto Voador Não Identificado).

Momento em que o luz aparece no céu foi registrado por câmeras de monitoramento no Sul da Ilha – Foto: Arquivo Pessoal/Cristiano SouzaMomento em que o luz aparece no céu foi registrado por câmeras de monitoramento no Sul da Ilha – Foto: Arquivo Pessoal/Cristiano Souza

A casa do aposentado Cristiano Souza fica no Campeche e é voltada para o Sul. Ele disse ter visto o clarão do sofá por volta das 19h20 e teve a impressão de que a luz — ou o que quer que fosse — teria caído no Sertão do Ribeirão. “Eu estava aqui [em casa] quando os cachorros começaram a latir. Aí, eu virei e vi aquele clarão. Foi bem naquela bacia do morro que ele sumiu. Eu pensei que tinha caído ali atrás”, conta ele.

Tudo fica ainda mais interessante diante das características do fato. “Foi um troço que chamou bastante atenção pela cor. Era azulado, esverdeado, bonito de se ver”, acrescenta Souza.

Intrigado, o aposentado usou as redes sociais para saber se mais alguém tinha visto o clarão no céu. Ele recebeu palpites de todo tipo: “Uma pessoa falou que ‘foi um helicóptero que caiu no Pântano do Sul’, [outra disse:] ‘Ah, é mentira, não aconteceu nada disso’. Teve quem achou que eu tinha manipulado as imagens. Uma moça disse que era um acidente”, lembra o aposentado. Ele diz ainda que algumas pessoas levaram na brincadeira, alguém até sugeriu que a luz podia ser “uma tainha elétrica no Pântano do Sul”.

Para não duvidarem da história, Souza correu para checar as câmeras de segurança que tem em casa. Duas delas flagraram o ocorrido. Confira as imagens:

Cristiano confessa que não chegou a pensar que fossem extraterrestres na hora em que viu o clarão, apesar de acreditar que não estamos sozinhos no espaço. “É muito espaço pra não ter mais nada, só a gente. Alguma coisa deve ter em algum lugar”, conta. O aposentado mora há 47 anos no Campeche e revela nunca ter visto algo igual ao que presenciou nesta quinta-feira: “Já vi estrela cadente passando, mas igual ao de ontem à noite foi a primeira vez”.

O astrônomo Paulo Duarte explica que o que passou pelo céu do Sul da Ilha pode ser um meteorito ou lixo espacial. “Meteoritos são pedaços de rochas que existem no espaço e que, atraídas pelo campo gravitacional da Terra, entram em atrito com a atmosfera, esquentam e provocam este efeito luminoso. A mesma coisa o lixo espacial. Pedaços de foguetes, de satélites, que sofrem também o efeito da atmosfera”, diz ele.

Duarte também destaca que o episódio registrado no Sul da Ilha é algo comum e frequente, que não apresenta perigo. “Não há motivo para que a população fique preocupada porque a possibilidade de cair sobre uma pessoa ou mesmo uma casa, um carro, enfim, é muito pequena. Existe, mas é muito pequena a probabilidade”, afirma o astrônomo.

Meteoro sobrevoa o céu do Sul do Brasil

O brilho de um meteoro iluminou o céu do Sul do Brasil na noite desta quinta-feira (3). Em Santa Catarina, o fenômeno pode ser visto em duas cidades: Monte Castelo, no Planalto Norte, e em Tangará, no Meio Oeste. Em Monte Castelo, segundo Justino, o meteoro caiu na direção Sul por volta das 19h10.

Segundo Jocimar Justino, dono da estação no Planalto Norte, astrônomo amador e membro da Bramon (Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros), em alguns lugares do país, o brilho foi tão intenso que, por instantes, transformou a noite em dia. O principal local onde essa claridade pode ser vista foi Balneário Jardim do Éden, no Rio Grande do Sul.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Meio Ambiente