Dicas para aproveitar os dias de verão sem descuidar dos cabelos e da barba

No meio da estação cresce procura por tratamentos nas barbearias e cabeleireiros. Profissionais alertam que um SOS é importante para manter os fios bonitos e saudáveis

Ah, o verão! É tempo de sol, calor, praia, banhos de mar, rio, cachoeira, piscina e até de mangueira, porque não? Vale tudo para se divertir e aliviar o calorão, não é verdade? Estamos no auge da estação e é agora que, segundo especialistas, deve-se tomar uma série de cuidados para garantir que suas madeixas sobrevivam e estejam saudáveis e bonitas para a volta das férias e o Carnaval.

Todo mundo sabe que toda exposição ao sol, mar e piscina pode ser combinação fatal para a beleza dos cabelos. Passado mais de um mês do início oficial da estação, é agora, na segunda quinzena de janeiro, que o movimento começa a aumentar bastante nas barbearias e cabeleireiros. Além dos rotineiros cortes e tinturas, a procura por tratamentos cresce.

Profissionais de dois concorridos salões de beleza e estética da Capital, a Barbearia VIP, do bairro Santa Mônica, e o salão de beleza Demaju, do Beiramar Shopping, dão dicas importantes para o chamado SOS barbas e cabelos no verão, que, segundo eles, exigem cuidados muito semelhantes.

Victor Conceição, da Barbearia VIP, entende que tanto mulheres quanto os homens devem cuidar mais dos cabelos no verão, eles em especial a barba – Foto: Anderson Coelho/ND

“A receita é a mesma para homens e mulheres, barba e cabelos”, enfatiza o empresário, barbeiro e cabeleireiro Victor Conceição, 33 anos. “É preciso tratar, hidratar, nutrir os fios e a pele”, orienta o profissional que há mais de uma década atua na área da beleza.

A cabeleireira e maquiadora Roseli do Nascimento, 45 anos, dos quais 30 dedicados à beleza, acrescenta: “É isso mesmo. É preciso cuidar agora para evitar danos maiores. Hoje, existe uma gama enorme de produtos de qualidade que tratam os fios durante as exposições típicas do verão. Muita gente acaba se descuidando. Aí, haja tratamento para recuperar e nutrir as madeixas. É preciso cuidar agora para não sofrer depois”, sugere Roseli.

Bem mais do que barba, cabelo e bigode

Na barbearia administrada por Victor Conceição, os tratamentos ganharam força nos últimos anos. “Hoje o homem se cuida mais. Está mais vaidoso, não só pela questão da aparência, mas para se sentir bem. Isto fez o mercado se modernizar”, pontua.

Ele acrescenta que na Barbearia VIP, por exemplo, há uma infinidade de serviços estéticos que vão de uma simples hidratação à pigmentação, depilação – inclusive a laser – massagens, limpeza de pele, além de manicure e pedicure.

Barbeiro Boaz Bezerra cuida do cliente assíduo, Cláudio Gomes – Foto: Anderson Coelho/ND

O processo de tratamento dos fios, nesta época do ano, é muito importante, comenta o barbeiro Boaz Macedo Bezerra, 30 anos, que trabalha com Victor. “Os agentes do verão acabam danificando os fios, deixam cabelos e barbas mais ressecados, opacos. Quando chega um cliente nestas condições, nossos profissionais fazem o diagnóstico e orientam qual o melhor tratamento. Pode ser uma selagem, uma hidratação e até progressiva, tanto na barba quanto nos cabelos. O resultado é transformador”, garante o barbeiro, que tem oito anos de profissão.

Victor observa que durante o verão o movimento é maior. “Verão tem muita festa, o pessoal gosta de estar arrumado, com cabelo bem cortado, barba bem feita. Por isso, registramos sempre aumento no movimento. E quando o cabelo ou a barba do cliente está mais danificado, orientamos para o tratamento necessário. Tudo para deixá-lo satisfeito”, conclui, lembrando que a barbearia também atende mulheres que querem fazer cortes mais despojados, nos moldes da linha masculina.

Cláudio Gomes, o cliente que brinca ser “quilometrossexual”, recebe massagem no rosto – Foto: Anderson Coelho/ND

Cláudio, o cliente “quilometrossexual”

Cliente assíduo da VIP, o diretor comercial Cláudio Gomes, 44 anos, sabe muito bem a importância destes tratamentos. Frequenta o local toda semana, em algumas vai até duas vezes. “Sabe aquela história do homem metrossexual? Eu sou o ‘quilometrossexual’”, brinca Gomes. “Minha apresentação pessoal é meu cartão de visita. Trabalho com o público. Por isso, gosto de estar sempre bem, com o cabelo e barba em dia”, explica.

A barba, por exemplo, ele quase não faz mais em casa. “A gente acostuma a vir aqui, encontra o barbeiro que acerta nosso estilo. Aí, não quer saber de ficar sofrendo, fazendo a barba sozinho. Para mim, é mais do que questão de estética. Cuidar da aparência é questão de autoestima. Nunca saio da cadeira do Boaz do jeito que cheguei. É não tô falando só do visual, mas da sensação de bem-estar”, complementa o diretor comercial.

Nesta semana, Boaz fez pigmentação e cuidou da barba e cabelo de Cláudio. “Hoje foi só isso, porque os fios do Cláudio estão bem hidratados. Reflexo do tratamento feito na semana passada. Nesta época do ano, hidratar, nutrir barba e cabelos é essencial, faz toda a diferença”, acrescenta.

Roseli Nascimento, do Demaju, usa a colega de trabalho, Luciana de Souza, como modelo – Foto: Anderson Coelho/ND

Mulheres precisam cuidar ainda mais

Apesar da constatação de que o tratamento para ter um cabelo saudável, driblando as adversidades do verão, de maneira geral é o mesmo para homens e mulheres, elas geralmente têm fios mais longos, fazem mais chapinha, alisamento, coloração, descoloração e outros procedimentos que exigem atenção maior.

Neste sentido, Roseli do Nascimento, do Demaju, sugere que se use produtos de qualidade e procure profissionais habilitados, tanto nos processos de transformação, quanto nos de tratamento. “Isso é fundamental e dá à cliente a segurança de um trabalho bem feito, de resultado”, comenta, enquanto demonstra um processo de tratamento na amiga, também cabeleireira, Luciana Cristina de Souza, 50 anos.

Roseli diz que já sentiu a procura por tratamentos crescer em relação a dezembro. “O pessoal tem percebido que é preciso buscar um bom tratamento agora para garantir aquele cabelo maravilhoso no Carnaval”, enfatiza.

Ela lava e condiciona as madeixas de Luciana, enquanto explica a especificidade que cada fio exige. “A Lu tem um cabelo que está bem cuidado. É um cabelo fino e tem química. Por isso, se não tiver saudável vai embaraçar, ficar opaco e quebrar bastante”, avalia, lembrando da importância de lavar bem o couro cabeludo para remover toda a oleosidade, que aumenta muito nos dias de calor.

Profissional da área, Luciana opta por manter os cabelos bem tratados, mas com um aspecto natural – Foto: Anderson Coelho/ND

Após este processo, é hora de aplicar o tratamento capilar propriamente dito. O escolhido por Roseli é à base de óleo de roucou – derivado das sementes das árvores achiote de regiões tropicais e subtropicais ao redor do mundo, livre de sulfatos e parabenos. “Este produto é muito bom, porque nutre e hidrata o fio, repondo todos os nutrientes que o cabelo precisa”, informa.

Roseli finaliza o cabelo de Luciana com um living capilar com proteção termogênica contra raios UV. “Esta é uma dica legal. Usar produtos que tenham esta proteção solar, UV e vitamina E. São elementos que ajudam a manter o fio saudável, com mais brilho”, atesta.

As madeixas de Luciana são finalizadas com o difusor, no secador, “Isso dá um aspecto natural, o que tem sido a grande tendência da estação”, finaliza Roseli.

Quanto custa?

Segundo os profissionais, um bom tratamento capilar em cabelos femininos pode variar de R$ 150,00 a R$ 300,00, dependendo dos produtos usados e as técnicas. Um bom corte de cabelo e barba, mais tratamento, custa em média R$ 150,00, também podendo variar dependendo dos produtos e da complexidade do tratamento

Curtos, repicados e desconectados ditam as tendências

Por falar em tendência, Roseli, Luciana e as demais cabeleireiras do Demaju apostam nos cabelos mais curtos e repicados, desconectados, para a troca da estação, os chamados Pixie cut. São cortes modernos que valorizam este estilo mais despojado e natural dos fios.

A linha de chaneis e suas variações também devem continuar, com forte propensão às franjas. Quanto à cor, o natural segue forte na lista das modelos, inclusive com a valorização dos cabelos brancos, que aparecem bem elegantes e com cortes muito modernos.

Os meninos da Barbearia VIP também pontuam que tem crescido o gosto pelos cabelos repicados masculinos, com um pouco mais de volume e movimento. Degradês seguem forte também. A mudança que tem se percebido é em relação às barbas, que devem ficar mais bem mais curtas e, em muitos casos, deixadas de lado.

Dicas para fazer em qualquer lugar

Sabe aquela história de que prevenir é o melhor remédio? Isso se aplica à saúde dos cabelos. O cabeleireiro e maquiador, Rogério de Oliveira Reis, 28 anos, do Spazio D, que fica no 3º andar do Parthenon Center 2, no Centro de Florianópolis, dá uma dica caseira.

Cabeleireiro Rogério de Oliveira Reis dá dicas para hidratar o cabelo à beira-mar – Foto: Divulgação/ND

“Antes de entrar no mar ou piscina, umedeça o cabelo com água doce e passar um living hidratante sem enxágue. O cabelo funciona como uma esponja. Se ele já estiver bem cheio de água doce e living, irá absorver menos água salgada ou cloro. Na saída da praia ou piscina, lave os cabelos com um xampu de PH baixo, sem sal. Em seguida, aplique uma máscara de hidratação à base de lipídios. São dicas simples que melhoram em muito a saúde dos seus cabelos”.

Roseli do Nascimento, do Demaju, dá mais uma dica: “Quando for a praia ou piscina leve uma garrafinha com água de casa. De tempos em tempos, quando sair do mar, piscina ou durante a exposição ao sol, enxague o cabelo. Isso ajuda a retirar o sal e cloro e a minimizar os efeitos dos mesmos nos fios”.

+

Inspira!