Floripa Fight reúne lutadores de MMA e muay thai na Capital

Evento será realizado no ginásio Carlos Alberto Campos, perto do estádio do Figueirense, neste sábado

Alexandro Albornoz/ND

Marisa Loch, de Florianópolis, é um dos destaques da 11ª edição do Floripa Fight

Neste sábado, mais uma vez, a capital catarinense será palco de grandes nomes do MMA (Mixed Martial Arts) no Sul do país e de algumas feras do muay thai na sétima edição do Floripa Fight. O torneio acontece no ginásio Carlos Alberto Campos, próximo ao estádio Orlando Scarpelli, a partir das 20h30. Os ingressos custam R$ 30 a arquibancada e R$ 40 a cadeira, mais um litro de leite.

Entre as principais lutas de MMA do evento estão os confrontos de Ivan Batman contra Gilmar Manaus e Ed Monstro contra Nelson Martins. Outra atração da noite é o duelo de muay thai feminino entre Weydi Ventura e Mariza Loch, a Nina. “No sábado de Carnaval, nós fomos para Curitiba e eu pude colocar em prática contra as meninas alguns movimentos que não conseguia fazer treinando só com homens aqui”, afirmou Nina.

A primeira edição do Floripa Fight foi em 2005. O organizador do torneio, Oswaldo Rego, o Wado, disse que teve dificuldades em atrair investidores no início, mas que hoje, com a crescente divulgação da mídia, ficou mais fácil viabilizar um evento como esse. “No começo foi complicado conseguir patrocínio, as pessoas não tinham muita noção. Hoje já está bem diferente, todo mundo conhece o Anderson Silva e o Minotauro”, disse Wado referindo-se a dois brasileiros campeões no MMA.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...