Com ingressos esgotados, Ney Matogrosso se apresenta em Florianópolis nesta terça-feira

Após quatro anos, o músico volta à Capital com a turnê "Atento aos sinais"

Ney Matogrosso - Marcos Hermes/Agência Lens/Divulgação/ND
Ney é um dos intérpretes mais reconhecidos do cenário brasileiro – Marcos Hermes/Agência Lens/Divulgação/ND

O show é nesta terça-feira, mas há mais de uma semana, quase todos os ingressos estão esgotados – e agora esgotaram de vez. Desde o anúncio da turnê “Atento aos sinais”, de Ney Matogrosso, em Florianópolis, que o público fiel ao seu som se mobiliza para fazer desse um momento único, afinal tem quatro anos que ele não se apresenta na Capital. 

Um dos intérpretes mais reconhecidos do cenário musical brasileiro, o artista traz um espetáculo composto por músicas de compositores consagrados, como Caetano Veloso (“Two Naira FiftyKob”) e Paulinho da Viola (“Roendo as unhas”), mas que destaca a produção de novos nomes como Criolo (“Freguês da Meia-Noite”), a banda Zabomba(“Pronomes”), Dani Black (“Oração”), o alagoano Vítor Pirralho (“Tupi Fusão”), Dan Nakagawa (“Todo mundo o tempo todo”) e os cariocas do Tono (“Não consigo” e “Samba do Blackberry”). Segundo Ney, muitos artista o procuram, e entregam letras, discos gravados, em seus shows, outros ele conhece através da internet. 

Sob a direção musical do tecladista Sacha Amback, o show “Atento aos Sinais”, gravado em junho de 2015 no HSBC Tom Brasil, em São Paulo, é uma super-produção, a maior da qual Ney já fez parte. A equipe afirma que nunca foi usado aquele tipo de iluminação no país, algo mais rock’n’roll. O aparato inclui quatro telas de LED que projetam imagens que funcionam como vídeo cenários. Sob a moldura da luz criada por Ney e Juarez Farinon, o cantor surge com figurinos ousados, “salientes”. 

Já na abertura do show, com “Rua da passagem (Trânsito)”, parceria de Lenine com Arnaldo Antunes, e “Incêndio”, do repertório da extinta banda Urge, do compositor Pedro Luís, o espetáculo já diz a que veio. A turnê, que passou por Portugal, Argentina, Uruguai e pelas principais capitais do país, já passou de mais de cem apresentações, em quase dois anos de estrada.  

O formato CD reúne 17 canções e o DVD 19, incluindo ainda os registros de “Amor”, clássico do repertório dos Secos e Molhados, “Astronauta Lírico” (Vitor Ramil), “Poema”(Cazuza/Frejat), “Ex-amor” (Martinho da Vila) e o poema “Há minutos atrás” como conteúdo extra. 

A banda, que garante a “metaleira” e a base sonora perfeitas para o repertório, é formada por Sacha Amback (direção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga (baixo), Mauricio Negão (guitarra), Aquiles Moraes(trompete) e Everson Moraes (trombone). 

Serviço 

O quê: Ney Matogrosso
Quando: 4/3, 21h
Onde: Centro de Cultura e Eventos da UFSC, Trindade, Fpolis
Quanto: ingressos esgotados

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Música

Loading...