Quarteto I Bricconcello se apresenta hoje em Joinville

Grupo tocará criações do compositor italiano Giuliano Di Giuseppe, melodias populares e autores conhecidos em todo o mundo.

Divulgação

Reputação. Grupo é formado por músicos de renome internacional

Música italiana de qualidade com projeções de imagens de fotografias, pintura, quadros de filmes e posters. Essa é a essência do conjunto de câmara I Bricconcello que se apresenta esta noite em Joinville, no Teatro Juarez Machado, com criações do compositor italiano Giuliano Di Giuseppe, melodias populares e autores conhecidos em todo o mundo.

“Penso em projetos que podemos harmonizar as diferentes artes juntas. A música, as palavras, as atuações e as imagens juntas se tornam uma representação completa e que podem render um resultado artístico de qualidade”, explica o violoncelista Pierluigi Ruggiero.

O grupo tem como base o violoncelo e o tenor, tendo as variáveis na sua formação, dependendo do repertório das músicas escolhidas. Sobem ao palco nesta hoje Ruggiero, tocando violoncelo, e o tenor Leonardo De Lisi. A direção artística escolheu a formação com violão e clarinete, em razão da sonoridade destes instrumentos, que se tornam perfeitos e adequados à execução das famosas canções italianas conhecidas no mundo. O clarinete será tocado por Ivana Zecca e o violão por Luca Trabucchi.

Quem for ao Teatro Juarez Machado hoje vai ver um projeto original. “São composições inspiradas nas canções escolhidas neste programa. É um trabalho de composição e não simplesmente uma adaptação. Giuliano Di Giuseppe é um amigo de longa data e é considerado um dos melhores compositores da atualidade”, afirma Pierluigi.

A aventura artística do grupo I Bricconcello começou em 2010, com a primeira gravação mundial de músicas de Alfredo Piatti para Hungaroton. Seguiram-se então numerosos concertos camerísticos no mundo todo (Itália, Polônia, Hungria, Croácia, Eslovênia, Alemanha, Brasil), incluindo um importante concerto no Palácio do Quirinal, em Roma, com transmissão ao vivo pela rádio Rai3.

Calor da plateia

Com apresentações frequentes no Brasil, o violoncelista Pierluigi Ruggiero diz que o público daqui muda muito dependendo da cidade e até do Estado, mas sempre com uma empatia muito grande, com calor e afeto entre a plateia e os músicos. “Na Europa, o público também pode ser caloroso como no Brasil, porém, depende o lugar. Na Itália, sempre são. Na Hungria, por exemplo, não. O público é bem diverso”, afirma.

Segundo ele, o quarteto que se apresenta hoje em Joinville aprecia muito a música brasileira. “O Brasil tem gêneros, compositores e artistas fabulosos e dos quais podemos aprender muitas coisas… Eu adoro a MPB, mas sou um grande fã de Villa-Lobos, Guarnieri e Carlos Gomes”, afirma Ruggiero.

Serviço

O quê: concerto do quarteto italiano I Bricconcello

Quando: hoje, às 20h30

Onde: Teatro Juarez Machado

Quanto: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia) nas lojas Carmen Steffens do Shopping Mueller e do Joinville Garten Shopping

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Música