VÍDEO: Sertanejo e família enfrentam momentos de pavor em voo: ‘estourou turbina’

Filho do artista ficou assustado com a situação, mas sertanejo já 'estava acostumado'; turbina do voo teve superaquecimento

O avião que transportava o cantor sertanejo Bruno, que faz dupla com Marrone, precisou realizar um pouso inesperado na noite desta quinta-feira (20) em Sorocaba, em São Paulo. Isso porque uma das turbinas do veículo estourou. Ele estava com a esposa, Marianne, o filho, Enzo Rabelo, e um amigo.

Modelo do avião onde estavam sertanejo e famíliaAvião em família de Marrone estava era um turbo-hélice bimotor – Foto: Beechcraft/Divulgação/ND

Segundo Marrone, que se pronunciou pelas redes sociais, foi o filho do casal quem ficou mais assutado. “[O condutor] falou super calmo que dava para planar em Sorocaba. E nós conseguimos pousar sem turbinas, ele foi planando”, disse.

Os fatos ocorreram por volta das 21h10. O avião era um turbo-hélice bimotor. A família saiu de São Paulo e tinha como destino Uberlândia. “Quando chegamos em Campinas, estávamos a cinco mil pés, deu superaquecimento em uma das turbinas”, detalha Marrone.

Veja comunicado em vídeo do sertanejo

Comunicado do cantor sobre o incidente – Vídeo: Reprodução/Internet/ND

Segundo a equipe do artista, o pouso não pode ser considerado como “pouso de emergência”, mas é sim um procedimento comum. A família não precisou de atendimento médico, segundo informou o Portal R7.

“A aeronave particular precisou retornar para checar um aviso luminoso, ressalto que não houve pouso de emergência e o procedimento executado normalmente e em completa segurança. Este é um procedimento comum, previsto e foi adotado visando a completa segurança de todos”, diz o piloto do avião em nota.

O comunicado aponta ainda que “não houve nenhuma declaração de emergência a nenhum momento e o procedimento de pouso alternativo foi adotado por precaução dele para checagem do avião”. A família está em Uberlândia.

Relembre casos inesperados em voos

O ND+ listou nesta quinta-feira (21) momentos inesperados e acidentes com helicópteros. As histórias vão desde sequestros até manobras perigosas. Ainda nesta semana um helicóptero caiu na praia de Canasvieiras, no Norte da Ilha de Santa Catarina.

Dentre as perdas de 2021, está a da cantora de sertanejo Marília Mendonça. A artista morreu no dia 5 de novembro, em Minas Gerais, após a aeronave em que estava cair perto de uma cachoeira. Outros quatro passageiros acompanhavam Mendonça.

O acidente ocorreu em uma cachoeira de Caratinga, na região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. Eles morreram devido a um politraumatismo, ou seja, por múltiplas fraturas no corpo.

+

Música

Loading...