19 covers de “Vagabundo confesso”

Lançada em 1998, música do Dazaranha continua ganhando regravações como a do cantor curitibano Pablo Colyn que há mês postou vídeo no YouTube tocando o hit vestido de Seu Madruga

Quem conhece a trajetória e a discografia da turma do João Paulo sabe que o Dazaranha longe de ser uma banda de um sucesso só, no caso, “Vagabundo confesso”. Mas não deixe de curioso o sucesso que ainda hoje a música faz dentro e fora de Santa Catarina – o que pode ser comprovado fazendo uma busca por “Vagabundo confesso” no YouTube.

Nos resultados da busca, estão estão vídeos antigos e mais recentes, como o do cantor Pablo Colyn, de Curitiba, que publicou há cerca de um mês no YouTube, sua versão de “Vagabundo confesso” devidamente caracterizado de Seu Madruga, personagem do seriado Chaves – um vagabundo confesso…

Reprodução

Pablo Colyn se vestiu de Seu Madruga para cantar “Vagabundo confesso”

A lista de regravações mostra vídeos de artistas profissionais e amadores aqui do estado, mas também do Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerias, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e até Manaus. Eles tocam em estúdios, festivais, salas de aula, quartos, quintais e garagens. Na lista, regravações em ritmo de reggae, forró, samba, reggae-roll, como a original, ou mais lento em performance bem ou nem tão executadas.

Como tenho uma coleção (sim, uma coleção!) de links de “Vagabundo confesso” nos favoritos do meu computador, trouxe 19 regravações aqui para este texto da coluna Mirante não só por curiosidade manezinha, mas também para mostrar o potencial que a música feita aqui em Santa Catarina tem e pode ter cada vez mais. Confesso que ver artistas de outros estados tocando um cover se uma banda catarinense é bom demais.

E se você é fã do Daza e regravou “Vagabundo confesso”, envie o vídeo via Eu Sou o Repórter, do RIC Mais, ou deixe o link na área de comentários desta postagem.

Segue a lista.

19 – Banda ENPS (Adamantina – SP)

18 – Catuípe e banda (Porto Alegre – RS)

17 – Simey Santos e amigos (Sacramento – MG)

16 – Sygma (Assis Chateaubriand – PR)

15 – Lua Cardoso (Manaus – AM)

14 – Nova Tentação (Londrina – PR)

13 – Guantae (Campinas – SP)

12 – Pablo Colyn (Curitiba – PR)

11 – Soul Brother (Rio de Janeiro – RJ)

10 – Mateus Dornelles (Porto Alegre – RS)

9 – “Pessoal da Praça” (Joinville – SC)

8 – Agora deu Samba (Trombudo Central – SC)

7 – Débora Neves (Dourados – MS)

6 – Rock Duo (Pato Branco – PR)

5 – Estágio Decisivo (Nova Trento – SC)

4 – Sandro Ricardo e banda (Porto Alegre – RS)

3 – Professor Igor (Florianópolis – SC)

2 – Pulso (Campos Novos – SC)

1 – Dora Vergueiro (Rio de Janeiro – RJ)

Bônus

Dazaranha (“esse também é nosso e ninguém mexe” – gravação ao vivo no CIC)