Adolescente apreendido por morte de motorista de Uber foge do Casep em Joinville

Atualizado

Três adolescentes fugiram na noite desta quarta-feira (6) do Casep (Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório), em Joinville, no Norte do Estado. Entre os menores, está o suspeito de envolvimento na morte do motorista de Uber, Joel Weiber, de 46 anos.

O adolescente, de 17 anos, havia sido apreendido na madrugada de segunda-feira (4), junto com outro suspeito de 15 anos. O motorista foi encontrado morto com marcas de tiro e atropelamento, no dia 23 de outubro, na Zona Sul da cidade.

Adolescentes teriam rendido dois agentes e fugido com uma viatura – Foto: Adriano Mendes/RICTV

Segundo o Deap (Departamento de Administração Socioeducativo), os três menores renderam dois agentes, pegaram a chave de uma viatura e fugiram da unidade por volta das 19h. Um veículo com as características semelhantes ao usado na fuga dos adolescentes foi encontrado no bairro Paranaguamirin, porém ainda não há confirmação de que se trata do mesmo carro.

Até a manhã desta quinta-feira (7), nenhum dos adolescentes havia sido localizado.

Deap emite nota

Em nota, o Deap confirmou a fuga dos adolescentes e informou que todas as providências legais sobre o caso já estão sendo tomadas.

“O Departamento de Administração Socioeducativo (Dease) informa que houve um tumulto no Casep de Joinville, no final da tarde desta quarta-feira (06). Três adolescentes renderam dois educadores sociais e fugiram num veículo da unidade. Não há feridos e todas as providências legais já estão sendo tomadas”, diz a nota.

Joel Weiber era motorista de aplicativo e teria sido morto durante uma corrida – Foto: Redes Sociais

Relembre o caso

Joel Weiber, de 46 anos, foi encontrado morto na noite do dia 23 de outubro em uma estrada no bairro Paranaguamirim, após realizar a última viagem do dia. O motorista apresentava marcas de tiros na cabeça e de atropelamento.

Em um primeiro momento, a Polícia Civil trabalhava com a hipótese de que o crime seria um latrocínio – roubo seguido de morte. O carro da vítima foi encontrado poucos metros de distância, sem os pertences pessoais.

Os suspeitos pelo crime, dois adolescentes de 15 e 17 anos, foram apreendidos na última segunda-feira (4). No depoimento, a dupla alegaou que o crime foi planejado, mas não informou a motivação.

Segundo o delegado Murilo Batalha, ambos estavam monitorando o motorista e quando ele estava próximo ao local onde estavam, eles acionaram a corrida. Agora, a polícia trata o caso como um homicídio.

Leia também:

Polícia