Aécio Neves é citado em mais um caso de corrupção

O nome do deputado federal Aécio Neves, do PSDB, foi citado em novo caso de corrupção. Desta vez envolvendo a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro – Fetranspor. Aécio aparece em lista de caixa dois entregue pelo ex-presidente da entidade, Lélis Teixeira.

Nome de Aécio Neves aparece envolvido em mais um caso de corrupção – Foto: Divulgação/RIC Mais SC

O documento, publicado em matéria da revista Época, faz parte do acerto de delação premiada sobre corrupção envolvendo o transporte público do Rio.

De acordo com a lista, Aécio teria recebido um total de R$ 1,5 milhão. Mas há muitos outros citados. São 21 deputados, ex-deputados e candidatos à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Conforme mostra o documento, o total pago em caixa dois chega a R$ 20 milhões. Além disso, a acusação feita na delação diz respeito às eleições de 2014 e 2016.

Otávio Leite também é citado e aparece na lista com R$ 1 milhão. Ele é secretário de Turismo do Estado do Rio – Foto: Divulgação

Dois secretários do governador Wilson Witzel aparecem na lista. São eles o secretário de Turismo, Otávio Leite (PSDB), e o secretário de Esporte, Felipe Bornier (PROS).

Confira a lista apresentada por Lélis Teixeira na delação premiada.

Lista entregue por ex-presidente da Fetranspor envolve figurões da política – Foto: Reprodução

Leia também:

Política