Agredido por colega no trabalho, corretor de imóveis será indenizado, em São José

Cinco anos após sofrer agressão de um colega de trabalho e perder parte da audição, um corretor de imóveis conseguiu o direito de receber uma indenização na Justiça. O processo por danos morais, que teve origem na 2ª Vara Cível da Comarca de São José, julgou que a vítima seja ressarcida em R$ 8 mil.

O corretor apresentava um imóvel a clientes quando foi atingido por um soco na orelha, que causou o rompimento do tímpano e a perda parcial da audição. Segundo o processo, a vítima e o agressor disputavam clientela.

Em apelação, o responsável pela agressão argumentou que somente desferiu o soco após ser destratado verbalmente pelo colega. Ele disse ainda que não havia clientes no ambiente no momento da discussão, originada por desentendimentos sobre repasse de comissões entre os profissionais. Testemunhas ouvidas, contudo, confirmaram que a vítima atendia a clientes quando o agressor chegou de surpresa e a atacou.

O desembargador substituto Gerson Cherem II, relator da matéria, manteve a condenação e ampliou o valor da indenização, originalmente de R$ 5 mil.

Região

Nenhum conteúdo encontrado