Airbnb e outras empresas turísticas são denunciadas pela ONU

A ONU divulgou nesta quarta-feira (12) uma lista de 112 empresas acusadas de violar os direitos humanos dos palestinos por manter atividades nos assentamentos israelenses na Cisjordânia, considerados ilegais pelas leis internacionais.

Assembleia Geral da ONU – Foto: Divulgação/ONU/ND

Entre as acusadas estão as empresas turísticas Airbnb, Expedia, TripAdvisor, além de Motorolla, General Mills e Alstom. Na lista também há empresas israelenses.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo com agências internacionais.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Mundo