Caso Daniel: Allana Brites defende mãe e responsabiliza jogador morto

“Ele quem procurou”. Foi o que disse Allana Brites, filha do empresário Edison Brites, sobre o assassinato do jogador Daniel, ex-São Paulo. A dura declaração foi dada ao jornalista Roberto Cabrini, do programa Conexão Repórter, nesta segunda-feira (12). O assassinato bárbaro, ocorrido em outubro do ano passado, chocou o país.

A família Brites em foto nas redes sociais: caso chocou o país – Reprodução

Allana ficou nove meses presa, junto com sua mãe, Cristiana Brites – que continua encarcerada, assim como Edson Brites. Foi a primeira entrevista da jovem, após deixar a cadeia. Alana foi presa sob acusação de coação de testemunha, fraude processual e corrupção de menor.

Segundo ela, seu pai cometeu o crime para proteger Cristiana. Sob aparente emoção e choro, Allana afirmou que sua mãe jamais havia conversado com Daniel e não entendia por que o jogador havia invadido o quarto. A jovem garantiu que Cristiana foi a maior vítima de toda a história.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Polícia