Andreia Campos Araújo foi morta por estrangulamento

Marcelo Kroin foi preso pela morte da mulher, Andrea Araújo - Reprodução/Facebook
Marcelo Kroin foi preso pela morte da mulher, Andrea Araújo – Reprodução/Facebook

O (IML) Instituto Médico Legal divulgou o resultado do laudo cadavérico de Andreia Campos Araújo que foi morta pelo marido em Jaraguá do Sul, no último domingo (5).  De acordo com o exame, a mulher de 29 anos foi vítima de “asfixia mecânica”, que no popular significa estrangulamento. 

Marcelo Kroin, 38 anos, foi preso ainda no domingo pelo crime de feminicídio. A prisão, que a princípio foi temporária, acabou convertida em preventiva pela Justiça. Em depoimento à polícia, Kroin disse que o casal havia discutido no sábado após uma festa e que, durante a briga, deu um soco no rosto da esposa. Segundo Kroin, a mulher teria batido a cabeça ao cair no chão e que esta teria sido a causa da morte. No entanto, a versão do marido não se confirmou ap[os o resultado da perícia. 

Segundo informações da PM no dia do crime, o suspeito tentou esconder o corpo de Andreia ]no carro, quando foi abordado pelas guarnições na residência denunciada. Ainda conforme a polícia, kroin já teria passagens por agressão, ameaça contra a mulher e violência doméstica.

Polícia