Promotor de Justiça fala sobre desdobramentos da operação ‘Falta d’Água’

Atualizado

O Promotor de Justiça Marcio Gai Veiga concede entrevista coletiva nesta terça-feira (25), na 4ª Promotoria de Justiça de Navegantes, sobre os desdobramentos da operação “Falta d’Água”, que já resultou no afastamento do presidente da Câmara de Vereadores de Navegantes, Valmir César Francisco, e do Secretário Municipal de Saneamento Básico (SESAN), Joab Bezerra Duarte Filho, das funções públicas.

A decisão liminar, de sexta-feira (21), atende a pedido do Ministério Público de Santa Catarina. Na sexta-feira, o Judiciário também recebeu a ação penal interposta pelo Promotor de Justiça contra os envolvidos na operação por corrupção passiva e ativa, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A operação “Falta d’Água” apura eventuais crimes de corrupção passiva e ativa, organização criminosa e lavagem de dinheiro praticados por agentes públicos e empresários ligados à Secretaria de Saneamento de Navegantes, no litoral Norte de Santa Catarina.

Durante a operação, foram cumpridos seis mandados de prisão temporária, sendo três em Navegantes, um em Curitiba, um em São José dos Pinhais (PR) e um em Brasília.

Mais conteúdo sobre

Justiça