Apae lança a 27ª edição da Feira da Esperança, que será realizada de 1 a 4 de maio na Capital

Marco Santiago/ND

Elizabeth das Neves (à esq.) e Vera Lúcia, com a garota e o garoto Apae, Milena e Thiago

O coquetel de lançamento da 27ª edição da Feira da Esperança da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) reuniu na noite desta terça-feira políticos, parceiros e apoiadores da instituição. A feira será realizada de 1 a 4 de maio, no CentroSul, em Florianópolis. “Nos momentos de dificuldade é que se formam as maiores conquistas. Quero convidar as pessoas para comemorar com gratidão este serviço prestado pela Apae a crianças, jovens e adultos que precisam do nosso amor, carinho e doação. Tenho certeza que esta será uma grande feira”, afirmou Maria Angélica Colombo, mulher do governador do Estado, Raimundo Colombo, e madrinha da Feira da Esperança.

Este ano a feira também contará com teatro infantil e atrações do Beto Carrero World, além de um extenso bazar com diferentes produtos. “A feira equivale a 70% do faturamento da Apae em Santa Catarina. Já temos mais de 20 estandes vendidos, e ainda há os colaboradores, que ocupam os estandes e encaminham 100% dos lucros para a entidade. Este ano faremos a feira da família, com um grande bazar, para atender o público de diferentes faixas etárias”, relatou Vera Lúcia Machado Mendonça, organizadora da Feira da Esperança.

No evento de lançamento também foi exibido um vídeo com participação de artistas e personalidades de Santa Catarina sobre a importância de apoio a ações de suporte em prol da inclusão das pessoas com deficiência intelectual e múltipla.

A Apae de Florianópolis completa 50 anos em agosto e, de acordo com a presidente Elizabeth Teresa Donato das Neves, a Feira da Esperança tornou-se de extrema importância para a inclusão social em Santa Catarina. “Mais que levantar uma verba essencial, a feira conscientiza e ajuda a promover um trabalho de inclusão social. A feira representa uma oportunidade para a sociedade promover, proteger e assegurar este entrosamento social. Como tenho dois filhos com necessidades especiais, conheço plenamente a importância deste entrosamento”, disse.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...