Após carro capotar, três passageiros são presos com ecstasy em Biguaçu

Atualizado

Um carro que fazia uma viagem por aplicativo capotou na madrugada da última sexta-feira (10), em Biguaçu, na Grande Florianópolis. No veículo, estavam três passageiros e o motorista. Com os passageiros, a Polícia Militar encontrou 17 comprimidos de ecstasy. Os passageiros foram presos em flagrante e ninguém se feriu gravemente.

Capotamento ocorreu em viagem acionada por aplicativo – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

Segundo informações do Poder Judiciário, o motorista do veículo contou duas versões diferentes sobre os fatos. À PM, ele disse que os suspeitos tentaram roubá-lo. Já na delegacia, o motorista afirmou que a confusão teria começado porque um dos suspeitos acendeu um cigarro.

Ele teria explicado que não era permitido fumar dentro do veículo. Em seguida houve uma discussão, e a pessoa sentada no banco do carona puxou o freio de mão, o que teria provocado o acidente.

Leia também:

Passageiros responderão por tráfico

Uma audiência de custódia realizada pelo juiz Marlon Negri no dia seguinte colheu o depoimento de todos os envolvidos – o motorista e os três passageiros. Para o juiz não é possível falar em roubo por enquanto, mas sim em ameaça, dano ao patrimônio e, talvez, lesões corporais.

Segundo Negri, os passageiros responderão por tráfico, pois foram flagrados com drogas e haviam indícios de que os comprimidos de ecstasy seriam comercializados.

O juiz concedeu ao trio a liberdade provisória, mas os proibiu de três coisas: eles não podem se aproximar ou manter qualquer forma de contato com o motorista do aplicativo.  Estão obrigados a permanecer em suas residências nos finais de semana e devem manter os endereços atualizados nos autos.

Caso as imposições não sejam cumpridas, os suspeitos podem ser presos preventivamente

Mais conteúdo sobre

Polícia