Após chuva forte, municípios do Oeste de SC decretam situação de emergência

Atualizado

A forte chuva registrada ao longo de quinta-feira (14) não provocou estragos apenas no Norte de Santa Catarina. Os temporais resultaram em alagamentos também no Oeste, onde alguns municípios chegaram a decretar situação de emergência. Em Lindóia do Sul, o nível de dois rios que cortam a cidade subiu demais e eles acabaram assoreando, o que provocou enchentes.

SC-473, que liga Lindóia do Sul a Irani, foi bloqueada após um escorregamento de encosta – Defesa Civil/Divulgação/ND

Casas e estabelecimentos comerciais foram prejudicados pela chuva e moradores chegaram a receber kits de limpeza da Defesa Civil. Além da região central, onde cerca de 200 casas foram atingidas, o interior do município também foi bastante castigado. O volume de água arrastou veículos, arrancou pontilhões e, segundo o prefeito, Genir Loli, deixou famílias e comunidades completamente isoladas. Devido aos estragos, foi preciso declarar situação de emergência. A rodovia SC-473, que liga o município a Irani, foi bloqueada após um escorregamento de encosta.

Em Seara, outro município que decretou situação de emergência, os maiores estragos foram registrados em empresas localizadas às margens do rio Caçador. Em uma agroindústria, a força da água foi tanta que o estacionamento ficou completamente inundado.

“O município é essencialmente agrícola e tem uma população razoável – 60% está na cidade, mas o nosso negócio é o agronegócio e temos 1.400 km de estrada”, informou o prefeito, Kiko Canale. “Então o momento agora é de calma, cautela e recuperação das nossas estradas, para darmos acesso ao nosso produto, que é leite, suíno e ave, além de alimentação para os nossos animais e transporte escolar”, completou.

Tempo