Após chuva, muro desaba e destrói casa em Florianópolis

Atualizado

A chuva torrencial das últimas horas já provocou alagamento em pelo menos dez municípios catarinenses do litoral, principalmente na região Norte. Em Florianópolis, um muro de contenção desabou e soterrou uma casa na Servidão Casemiro Manoel Elesbão, no bairro Saco Grande.

Servidão Casemiro Manoel Elesbão, no Monte Verde - Marco Santiago/ND
Servidão Casemiro Manoel Elesbão, no Monte Verde – Marco Santiago/ND

Um prédio que fica no mesmo do terreno também está com risco de desabamento. O prédio foi evacuado pela Defesa Civil e as pessoas foram realocadas em outros imóveis pelo propritério. Não foi permitida a entrada dos moradores no edifício para retirada dos pertences por segurança. O local será vistoriado novamente nesta segunda-feira. A rua onde o murou desabou ficou tomada de água. Apesar das perdas materiais, ninguém se feriu.

Alagamentos também se formaram em vários pontos da Capital, mas até as 18h30, a Defesa Civil ainda não tinha o mapeamento dos pontos. Um dos locais alagados é o km 13 da SC-401, no sentido Centro-Bairro.  Também há acúmulo de água em frente ao Angeloni e próximo das pontes Pedro Ivo e Colombo Salles, na Avenida Beira-Norte.

A prefeitura informou que todas as linhas, até as 19h30, estavam funcionando normalmente. No bairro Ratones, havia problema com o trânsito em função de alagamentos. No bairro Sambaqui, no final da Estrada Isid Dutra, há pontos de alagamento, mas os veículos estavam transitando com cautela. Os bairros Ingleses, Rio Vermelho e Santinho, no Norte da Ilha, também registraram alagamentos.

Outros pontos de alagamento foram registrados no bairro Santa Mônica, em frente ao shopping Iguatemi, e no Campeche, no Sul da Ilha.

Precipitação de chuva foi maior no Litoral

Segundo a Defesa Civil, foram registrados volumes significativos de chuva acumulada, especialmente entre o Litoral Norte, o Médio e Baixo Vale do Itajaí, a Grande Florianópolis e parte do Litoral Sul, com ocorrências de alagamentos e deslizamentos.

Para as próximas horas permanecem condições de volumes expressivos de chuva, especialmente entre o Baixo e Médio Vale do Itajaí e Laguna onde são esperados em torno de 120 mm até às 9 horas desta segunda-feira (19). Para o Litoral Norte, a previsão é de 40 a 60 mm, diminuindo no decorrer da madrugada.

Há risco de alagamentos, enxurradas, deslizamentos e inundações nas áreas mais vulneráveis.

As estruturas de Proteção e Defesa Civil destas regiões devem estar de prontidão, incluindo o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), do Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), dos CIGERDs Regionais e das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (COMPDECs) e acompanhar as próximas atualizações dos Avisos Meteorológicos e eventuais emissões de Alertas de Curtíssimo Prazo.

Leia mais

Chuva torrencial provoca alagamentos em pelo menos dez municípios de SC

Mais conteúdo sobre

Estado

Nenhum conteúdo encontrado