Após estragos durante temporal, moradores da Lagoa tentam retomar a normalidade

Menos de 24 horas depois do vendaval que danificou edificações na Lagoa da Conceição na tarde desta quarta-feira (16), moradores do bairro tentam retomar a normalidade durante a manhã desta quinta (17). Um prédio histórico, um supermercado e a tenda da escola de samba União da Ilha da Magia ficaram danificados.

De acordo com a prefeitura, a Lagoa da Conceição foi o bairro mais prejudicado pelo forte temporal. Logo após o evento, equipes da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) fizeram uma força-tarefa para retirar os entulhos que ficaram caídos sobre ruas e calçadas. A ação foi finalizada por volta de 0h30 e, na manhã desta quinta, a empresa ainda fazia trabalhos pontuais de limpeza em bairros da cidade.

Segundo Luiz Eduardo Machado, diretor da Defesa Civil de Florianópolis, a chuva foi potencializada com “ingredientes muito potentes”, como raios e ventos acima de 60 km/h. Ele ainda ressaltou que há previsão de mais tempestades nos próximos dias na Capital, principalmente nos finais de tarde.

Casarão histórico da Lagoa teve o telhado danificado durante o temporal - Flávio Tin/ND
Casarão histórico da Lagoa teve o telhado danificado durante o temporal – Flávio Tin/ND

A cuidadora de idosos Alice dos Santos estava em casa quando tudo aconteceu e relata momentos de tensão durante o temporal. Ela conta que, quando percebeu a mudança no tempo, orientou sua patroa a tomar um banho e se recolher. Logo em seguida, percebeu os estrados do lado de fora da casa. “Quando olhei já estava tudo revirado, tinha  forro de casa caindo dentro do pátio e a tenda da escola de samba já estava retorcida. Foi uma tragédia, algo muito feio”, lembra.

Pouco antes do temporal, integrantes da Escola de Samba União da Ilha da Magia começam a chegar para um ensaio técnico da bateria na praça Bento Silvério, onde a agremiação havia montado uma tenta. O presidente da escola, Valmir Brás de Souza, diz que, felizmente, os integrantes da agremiação perceberam o risco na estrutura e  conseguiram deixar o espaço antes do desastre acontecer. “Temos um impacto nesse primeiro momento, mas a escola já está se preparando para reforçar o espaço, trocar a estrutura. Teremos ‘um gás’ da comunidade e vamos tentar, já no domingo, retomar os ensaios na praça, onde a arena da União da Ilha da Magia funciona”, diz.

Segundo ele, apesar dos estragos na arena, os imprevistos tendem a deixar a escola de samba mais fortalecida para o desfile. “É um evento da natureza e quanto a isso não temos o que fazer. O que vamos fazer é fortalecer mais a escola. Já que a União da Ilha está falando da Lagoa e que todos os ventos passam por aqui, isso é uma demonstração do que o vento faz. Traz a tainha, o esporte, mas também traz esses momentos que a gente tem que refletir sobre a questão da natureza”, considera.

*Com informações da RICTV Record

Moradores e comerciantes da Lagoa tentam retomar a normalidade após temporal - Flávio Tin/Divulgação/ND
Moradores e comerciantes da Lagoa tentam retomar a normalidade após temporal – Flávio Tin/Divulgação/ND

Cidade