Após ficarem presos em nevasca, caminhoneiros de SC conseguem sair da Argentina

Os caminhoneiros catarinenses que ficaram presos durante uma forte nevasca na Argentina conseguiram se deslocar e seguem nesta terça-feira (2) na travessia na região de Luján de Cuyo, próxima à Cordilheira dos Andes, em direção ao Chile.

Segundo o motorista Paulo César Leite, além do frio intenso, os fortes ventos na região prejudicaram o trânsito dos caminhoneiros, que ficaram estacionados em um pátio da petrolífera YPF (Yacimientos Petrolíferos Fiscales) desde a última terça-feira (25).

Caminhão de motorista catarinense ficou preso durante nevasca na Argentina. – Clayton Ullrizh/Divulgação/ND

Leia também:

Ainda segundo o motorista, cerca de 30 a 40 caminhoneiros também estavam parados no estacionamento da petrolífera, sem local para banho e com poucos alimentos.

Na semana passada, os profissionais tentaram chegar ao Chile, mas foram surpreendidos pela nevasca e retornaram ao pátio da empresa argentina, no qual aguardaram por mais de uma semana.

Caminhoneiros catarinenses ficaram estacionados em um pátio da petrolífera YPF por mais de uma semana – Clayton Ullrizh/Divulgação/ND

Tempo