Após flagra de burro debilitado, prefeitura de Canoinhas comenta projeto de lei

Um homem conduzindo um burro foi flagrado, pela Polícia Militar, cometendo crime de maus-tratos no centro de Canoinhas, no Planalto Norte, nessa segunda-feira (12).

O animal carregava grande quantidade de peso em uma carroça de ferro, que era puxada pelo homem. O burro estava tão debilitado que, sem forças, acabou parado no meio da via e causou congestionamentos na região.

Animal estava preso em uma carroça de ferro, que era puxada por homem – Portal Jmais

O médico veterinário da prefeitura de Canoinhas compareceu ao local e constatou que o animal era incapaz de carregar a mercadoria, por conta do excesso de peso.

O dono do burro assinou um termo circunstanciado pelo crime de maus-tratos e foi liberado pela polícia. Ele foi orientado a levar o animal embora, sem a carga, e tomar os devidos cuidados sanitários.

Projeto de lei prevê a proibição de emprego de veículos de tração animal – Helton Witt/Arquivo

Prefeitura cria projeto para evitar prática

O episódio aconteceu um dia após a Prefeitura de Canoinhas enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei que proíbe o emprego de veículos de tração animal na área urbana do município.

“O projeto de lei tem a finalidade de estabelecer o controle sanitário e maximizar a qualidade de vida, o bem-estar e a liberdade animal”, explica o prefeito Beto Passos.

Leia também:

A lei exclui da proibição o emprego de animais pelo Exército Brasileiro e pela Polícia Militar de Santa Catarina.

A exceção também vale para o uso de animais em exposições e em atividades desportivas, cívicas, religiosas ou de lazer e diversão pública.

Mesmo com a aprovação da lei, o uso de tração animal na zona rural continuará liberado.

Mais conteúdo sobre

Polícia