Após greve, edital do concurso da Comcap passa por alterações

Atualizado

Após a greve dos trabalhadores da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) e posterior acordo entre Prefeitura e Sindicato, o edital para o concurso voltado a diversos cargos passou por mudanças significativas.

As alterações atingem o prazo de inscrição, o pagamento do auxílio alimentação aos novos funcionários e passa a prever a contratação de novos trabalhadores para a autarquia. Confira abaixo todas as mudanças.

Comcap tem concurso aberto para vagas nos três níveis de escolaridade – Foto: Cristiano Andujar/PMF/ND

O que mudou

  • concurso prevê a contratação de 72 vagas para os cargos de contador (1), assistente administrativo (5), gari de coleta (30), gari de limpeza pública (30) e motorista (6) e para formação de cadastro de reserva para os cargos de engenheiro sanitarista, técnico em saneamento, técnico em manutenção e suporte em informática, técnico em mecânica, auxiliar de manutenção e mecânico. Antes todas as vagas eram voltadas apenas para cadastro reserva;
  • o prazo para as inscrições foram ampliados: o candidato podem se inscrever a partir das 12h desta quarta-feira (22) até o dia 21 de fevereiro de 2020. Antes, inscrições seriam abertas apenas no dia 27 de janeiro e se estenderiam até o dia 3 de março;
  • Auxílio alimentação será pago compreendendo os 30 dias do mês. Antes, o pagamento seria feito apenas contando os dias trabalhados;
  • contratação será feita antes do período eleitoral

Confira o edital atualizado.

Leia também:

Greve

A greve da Comcap da última sexta-feira (17) durou um dia e ocorreu após a prefeitura divulgar o edital para contratação de novos funcionários. Ela foi interrompida após o sindicato da categoria entrar num acordo junto ao município. Ficaram acertadas as alterações que passaram a vigorar no concurso.

Após a reunião entre as duas entidades, a Comcap aumentou o número de coletas realizadas no fiml de semana. No sábado, os coletores realizaram 22 roteiros de coleta, ao invés dos cinco previstos para a tarde daquele dia. Por volta das 12h de domingo, a situação já estava normalizada.

A principal reivindicação da categoria era que o concurso previsse a contratação de novos funcionários, e não apenas em regime de cadastro reserva como era definido no edital. O cadastro reserva estabelece apenas uma “expectativa” de contratação, criando uma “reserva de funcionários” para cobrir a possibilidade de demanda aberta.

Último concurso foi em 2012

Em 2012, a autarquia abriu concurso que previa a contratação de 70 funcionários, e também cadastro reserva. Ao todo, segundo a prefeitura, foram 200 contratações no período de vigência do edital.

Segundo o Sintrasem, o atual quadro de funcionários não dá conta de atender ao crescimento de 22% da população nesse período de oito anos e, consequentemente, a maior produção de resíduos. Para o sindicato, a situação ampliou quadros de sobrecarga de trabalho.

Os trabalhadores da Comcap também reivindicavam que, além da contratação prevista, o edital deixasse claro que a contratação fosse feita antes do período eleitoral. A Lei Eleitoral nº 9.505/1997 proíbe a nomeação de novos funcionários nos três meses que antecedem a eleição, até a nomeação dos políticos. O objetivo é evitar que candidatos utilizem os concursos para interesses eleitoreiros.

Mais conteúdo sobre

Geral